Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Decisão por vaga em semifinal é 1ª prova para Aguirre no São Paulo

São Paulo volta a campo nesta terça (20), às 21h, precisando de dois gols para avançar à semifinal do Paulistão diante do São Caetano, no Morumbi

Futebol|Do R7

Diego Aguirre, técnico do São Paulo, vai encarar primeira decisão pelo clube
Diego Aguirre, técnico do São Paulo, vai encarar primeira decisão pelo clube Diego Aguirre, técnico do São Paulo, vai encarar primeira decisão pelo clube

Depois de jogar mal e perder para o São Caetano fora de casa no último sábado (17), o São Paulo volta a campo nesta terça-feira (20), às 21 horas, precisando de dois gols para avançar para a semifinal do Paulistão diante do time do ABC, no Morumbi.

O confronto marca a primeira prova de fogo do novo técnico Diego Aguirre, que quebra a cabeça com opções e ainda não tem um time "ideal" definido. Está longe disso. Um tropeço é fatal e pode levantar uma pressão prematura ao recém-chegado treinador uruguaio que substitui Dorival Júnior.

Confira a classificação e a tabela do Campeonato Paulista 2018

Aguirre busca soluções para problemas que já apareciam com o ex-treinador: falta de intensidade e criatividade no meio-campo, apatia, erros de passes e muitas bolas recuadas.

Publicidade

Se cair, o time tricolor repetirá o desempenho de 2016, quando não passou das quartas de final, eliminado pelo Audax. O São Paulo não conquista o Paulistão desde 2005 e, depois do vice-campeonato nos pontos corridos de 2006, não chegou à nenhuma decisão.

Além de ainda estar em busca de entrosamento, o São Paulo ainda não terá Rodrigo Caio e Cueva, convocados para suas respectivas seleções. Aderllan e Marcos Guilherme devem voltar ao time.

Publicidade

Leia também

O possível algoz do São Paulo é bem conhecido da torcida: Pintado, campeão mundial em 1992 e ex-auxiliar tricolor, hoje à frente do São Caetano. Em conversa com a reportagem do Estado, Pintado disse que viu mérito do time do ABC na vitória por 1 a 0 na ida. Para ele, sua equipe conseguiu expor as fraquezas do São Paulo em casa, mas nesta terça é outro jogo. "O São Paulo tem história e é sempre favorito jogando em casa. Mas o São Caetano vem crescendo e mostrando consistência."

Pintado assume que jogar contra o São Paulo no Morumbi tem "gosto diferente" e se vê envolvo por emoções diversas. "Esse jogo vai ter um gosto diferente e são várias emoções para mim. Entrar no Morumbi é uma emoção muito grande. Mas desta vez sou adversário do São Paulo, e vou fazer de tudo para o São Caetano ganhar. Estamos preparados."

Publicidade

Aguirre conduz treino antes de duelo diante do São Caetano

RIVAL EMBALADO E COMPLETO - O São Caetano vem de uma sequência de seis jogos sem derrota, com quatro vitórias e dois empates, uma recuperação incrível para o clube que até a sexta rodada da primeira fase era o lanterna e estava ameaçado de queda. Como terminou vice-líder do Grupo B, tem que fazer o segundo jogo das quartas de final fora de casa. Ainda assim, se vencer o São Paulo no Morumbi pode ganhar posições importantes, já que a classificação geral define os confrontos da semifinal.

Sem nenhum desfalque, Pintado pode manter a mesma escalação que venceu o primeiro jogo. A principal arma do time dentro de casa foi anular as peças do meio de campo do adversário, com uma marcação firme e buscando a velocidade pelas pontas. O gol saiu numa falha individual do goleiro Jean, mas também teve méritos ao bom posicionamento de Chiquinho no segundo pau. Com pouco tempo para trabalhar, o time deve ser o mesmo.

SÃO PAULO x SÃO CAETANO

Local: Morumbi, São Paulo (SP)

​​Árbitro: Salim Fende Chavez (SP); Auxiliares: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)

SÃO PAULO: Jean; Militão, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Petros e Nenê; Marcos Guilherme, Valdívia e Brenner. Técnico: Diego Aguirre. Desfalques: Rodrigo Caio e Cueva (disputam amistosos por suas seleções), Hudson, Anderson Martins e Edimar (problemas físicos)

SÃO CAETANO: Paes; Alex Reinaldo, Sandoval, Max e Bruno Recife; Ferreira, Vinicius Kiss, Nonato e Chiquinho; Ermínio e Diego Rosa. Técnico: Pintado

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.