Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

De promessa da base a CEO com faturamento milionário: conheça a história de Diego Manoel

Ex-jogador assinou primeiro contrato aos 16 anos, mas trocou a bola pelo empreendedorismo e hoje fatura R$ 1 milhão por mês

Futebol|Pietro Otsuka, do R7


Ex-jogador trocou a bola pelo empreendedorismo e hoje fatura mais de R$ 1 milhão por mês
Ex-jogador trocou a bola pelo empreendedorismo e hoje fatura mais de R$ 1 milhão por mês

Em 2015, a vida de Diego Manoel, uma das grandes promessas da base do Joinville, era muito diferente do que é hoje. O ex-jogador, com 23 anos, vivia uma realidade conhecida pela grande maioria dos atletas de alto rendimento do Brasil, convivendo com salários atrasados e estruturas precárias. Quis o destino, porém, que a vida do ex-lateral tomasse outros rumos. 

Hoje, aos 30 anos, Diego é CEO de uma rede com quase 30 lojas e fatura cerca de R$ 1 milhão por mês. "Sempre fui cogitado como promessa, jogava em categorias acima, assinei meu contrato profissional com 16 anos. Mas, chegou um momento que eu tava praticamente pagando para trabalhar. Só para continuar com aquele status de ser jogador, não estava compensando mais", lembra.

Quando decidiu que não continuaria no mundo da bola, Diego se viu num momento de incertezas. Mas uma paixão antiga, despertada alguns anos antes, deu o norte necessário para o agora ex-jogador dar seu próximo passo: as vendas.

"Gosto de pessoas, gosto de me relacionar, sou bom me comunicando. Pedi uma oportunidade para um amigo, e foi ali que descobri minha paixão. Continuo amando futebol, jogo campeonatos amadores, Fut 7, mas o futebol hoje é um segundo plano na minha vida. Sou apaixonado hoje por vendas, em realizar os sonhos das pessoas", conta. 

Publicidade
Diego Manoel nos seus tempos de Joinville
Diego Manoel nos seus tempos de Joinville

O caminho para ser o dono dos próprios sonhos, porém, não foi fácil. Apesar de se identificar com o mundo das vendas, Diego se viu novamente numa realidade de atraso de salários e dificuldades, mesmo com a loja em que trabalhava tendo bom faturamento.

"O dono usava o capital da empresa para sustentar outro negócio, no ramo da construção civil, que não estava dando tão certo. Mesmo faturando muito, recebia salários atrasados, parcelados.”

Publicidade
Por mais que eu não tenha realizado o sonho da maneira que eu esperava%2C o futebol me deu tudo que tenho. No mundo da bola%2C a gente convive com o malandro%2C com o mais quietinho%2C com empresário. O futebol me ensinou muita coisa. Lá quando eu comecei%2C eu sabia entrar e sair de qualquer lugar%2C da mesma forma. Sabia atender o cliente engravatado%2C executivo%2C a linguagem que eu tinha que usar com ele. E sabia atender o 'vida louca'%2C o cara mais da resenha

(Diego Manoel, ex-jogador e hoje CEO)

Foi aí que o vendedor decidiu empreender. A primeira loja foi aberta em Mafra, cidade no planalto norte catarinense, e ganhou, rapidamente, sua clientela. Os negócios fluíam, e Diego observou a carência do mercado por uma loja em rede no segmento com produtos e atendimento iguais entre si e diferentes entre qualquer outra. Foi assim que surgiu a CellCenter.

Faturamento milionário

O que começou com uma sala comercial, dentro de uma galeria, se tornou uma rede com mais de 18 lojas franqueadas por todo o Brasil, além de dez lojas próprias. "Faturamos mais de 1 milhão e meio por mês entre vendas, ramais e 'smartmoney', vendendo a expertise do modelo e agregando ainda mais valor à marca. Em 2022, surgiu a oportunidade de comprar a marca da IT Case, e foi isso que fiz", conta Diego. 

Publicidade

Hoje consolidado, o ex-jogador e hoje empresário, além de querer unificar a marca com IT Case, descobriu que, na verdade, sua paixão não era por vendas, mas sim por "possibilitar que as pessoas vivam seus sonhos por meio do modelo de negócios" criado por ele. 

Quando eu entendi que franquia é ajudar na realização dos sonhos das pessoas%2C eu entendi que era para mim. Se alguém lá atrás não tivesse me dado uma oportunidade%2C talvez não estaria aqui. E porque não ajudar outras pessoas a realizarem seus sonhos%3F Quantos não saem da CLT%2C querem ter seu negócio%2C e compram uma franquia%3F

(Diego Manoel, ex-jogador e hoje CEO)

Planos para o futuro

Hoje com 30 anos, Diego ainda diz ter muito a cumprir e revela sua “missão”: “Como empreendedor, meu grande sonho é colocar a marca da IT Case em todos os cantos do país. Quero continuar ajudando pessoas, me tornar referência no franchising brasileiro e cumprir meu destino de ajudar, dessa forma, as pessoas a realizarem seus sonhos", projeta o empresário. 

Leia também

"Tenho o grande sonho de me tornar pai também, a vida está apenas começando, Deus tem sido bom demais para mim, e meus horizontes estão abertos, sempre com olhos atentos para as oportunidades que podem surgir. Tenho certeza de que a história do Diego e da IT Case serão de muita prosperidade, porque tudo é feito com muito amor”, completa Diego.

'Neymar Ucraniano': conheça a joia do Shakhtar de R$ 560 milhões que atrai interesse na Inglaterra

" gallery_id="63ac3e934b4955fa93000778" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/futebol/de-promessa-da-base-a-ceo-com-faturamento-milionario-conheca-a-historia-de-diego-manoel-13012023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.