Futebol Corinthians demite Vagner Mancini após derrota para o Palmeiras

Corinthians demite Vagner Mancini após derrota para o Palmeiras

Time sofreu duas eliminações em quatro dias, na Copa Sul-Americana e no Paulistão

  • Futebol | Filipe Siqueira, do R7

Treinador estava no Corinthians desde outubro

Treinador estava no Corinthians desde outubro

Rodrigo Coca/Corinthians

O Corinthians demitiu Vagner Mancini neste domingo (16), após derrota por 2 a 0 para o Palmeiras, em jogo válido pela semifinal do Campeonato Paulista.

O resultado negativo foi a segunda eliminação do time em quatro dias. Na quinta-feira (13), o Corinthians foi goleado por 4 a 0 pelo Peñarol e não conseguiu se classificar na Copa Sul-Americana, mesmo com mais dois jogos na competição.

A demissão foi anunciada por Duilio Monteiro Alves, presidente do clube, que agradeceu ao treinador e afirmou que o "futebol muitas vezes obriga a fazer mudanças". Também foram demitidos o auxiliar técnico Anderson Batatais e o analista de desempenho Cláudio de Andrade.

Com a demissão, a diretoria corintiana buscará um novo técnico para assumir a equipe na Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Segundo Duilio, um novo nome será anunciado nos próximos dias.

Passagem irregular

Mancini assumiu o Corinthians em 12 de outubro, quando o time estava na zona de rebaixamento no Brasileirão.

Após a chegada do técnico, o time exibiu melhoras e terminou em 12º lugar, com 10 pontos acima dos rebaixados.

Cosme Rímoli: Corinthians humilhado e eliminado. Peñarol 4 a 0

Mas a atual temporada foi mais complicada para o técnico, questionado em diversos momentos, como a goleada sofrida para o Palmeiras, por 4 a 0, em janeiro. A semifinal contra o próprio Alviverde era encarada como a última chance de Mancini, que foi dominado e terminou derrotado, sem oferecer perigos ao adversário.

Mancini comandou o Corinthians em 45 jogos, com 20 vitórias, 13 empates e 12 derrotas.

LEIA ABAIXO: De volta à seleção, Gabigol tem média de mais de um gol por jogo

Últimas