Corinthians decepciona e perde do Água Santa com gol nos acréscimos

Equipe de Tiago Nunes foi derrotada por 2 a 1 e ainda não se encontrou, em jogo no qual começou vencendo mas deixou o adversário virar

Vágner Love abriu o placar para o Corinthians

Vágner Love abriu o placar para o Corinthians

Ale Vianna/Agência Estado/22-02-20

No primeiro confronto entre as duas equipes na história, o Corinthians foi derrotado por 2 a 1 pelo Água Santa, no Estádio Distrital do Jardim Inamar, em Diadema, em jogo válido pela sétima rodada Campeonato Paulista, neste sábado (22).

Leia mais: Pedro Henrique completa 100 jogos e quer fazer história no Corinthians

O resultado deixou o Corinthians na segunda colocação do grupo D, com 8 pontos, correndo o risco de sair da zona de classificação.

Já o Água Santa, que disputa pela segunda vez a Série A1 do Paulista, foi para a segunda colocação no grupo A. Os dois primeiros colocados de cada grupo se classificam para as quartas de final.

Desde o gol de empate do Água Santa, aos 32 minutos do primeiro tempo, o Corinthians não conseguiu mais se encontrar na partida. No fim do jogo, em linda jogada individual, Robinho fez o segundo nos acréscimos.

No começo, o time da capital dominou o jogo. Parecia que iria vencer com facilidade. Aos 7, Fágner deu assistência para Vágner Love fazer 1 a 0.

Mas, também tocando bem a bola, o Água Santa chegou ao empate por meio de Luan Dias, após este receber passe de Dadá e chutar alto e forte.

A partir daí o jogo ficou amarrado. O Corinthians teve pouca criatividade no meio-campo e facilitou a marcação.

Aos 34 do segundo tempo, Camacho foi expulso após receber o segundo amarelo.

Além de não poder contar com o volante, o Corinthians também não terá o goleiro Cássio, que recebeu o terceiro cartão amarelo, por ter reclamado com o árbitro após o segundo gol.

A equipe corintiana novamente não conseguiu furar o bloqueio adversário e não teve o ímpeto ofensivo que tem sido o principal objetivo do treinador Tiago Nunes. Muitos erros de posicionamento precisarão ser corrigidos.

Apenas no final o time conseguiu criar algumas oportunidades, mas não teve poder de finalização.

Por outro lado, a partida lembrou os tempos de "futebol raiz", tendo sido realizada em um estádio pequeno, mas com gramado em bom estado, com torcedores representando uma comunidade local.

Entre eles, muitos deixaram de lado a preferência por algum time grande e adotaram a equipe da casa como time de coração. Deu certo.

ÁGUA SANTA 2 X 1 CORINTHIANS
Local: Distrital do Inamar, em Diadema (SP)
Data-Hora: 22 de fevereiro de 2020, às 15h
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP) Nota L!: 6,0 Controlou bem a partida.
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Cartão amarelo: Luan Dias; Velicka; João Vitor; Wellington Reis (AGS) / Camacho; Tiago Marques (COR)
Cartão vermelho: Camacho 36' 2ºT (COR)

GOL: Vagner Love, 7' 1ºT (0-1) / Luan Dias, 31' 1ºT (1-1) / Robinho, 45' 2ºT (2-1)

ÁGUA SANTA: Giovanni; Luis Ricardo, Andrés Robles, Walisson Maia e Abner Felipe; Wellington Reis, João Vitor, Velicka (Tiago Marques - intervalo) e Luan Dias (Fabrício, 25' 2ºT); Dadá e Dinei (Robinho, 19' 2ºT). Técnico: Pintado

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Gil e Lucas Piton; Camacho e Victor Cantillo e Luan (Matheus Vital, 31' 2ºT); Vagner Love (Everaldo - intervalo), Yony González (Pedrinho, 19' 2ºT) e Mauro Boselli. Técnico: Tiago Nunes

Corinthians deve mais que o dobro do que qualquer outro time à União