Copa do Mundo Seleção brasileira bate rivais e leva favoritismo também nas apostas

Seleção brasileira bate rivais e leva favoritismo também nas apostas

Hexacampeonato no Catar 2022 tem premiação menor em relação ao título das adversárias; precificação é feita por especialistas

  • Copa do Mundo | André Avelar, do R7

Seleção brasileira, do técnico Tite, estreia em 24 deste mês, contra a Sérvia, no estádio Lusail

Seleção brasileira, do técnico Tite, estreia em 24 deste mês, contra a Sérvia, no estádio Lusail

LUCAS FIGUEIREDO/DIVULGAÇÃO/CBF

O favoritismo da seleção brasileira vai além da paixão dos torcedores. As casas de apostas online acreditam tanto no hexacampeonato na Copa do Mundo que pagam uma cotação menor em relação as adversárias para o caso de título verde-amarelo no Catar.

As “odds” (número que representa a chance de um evento acontecer) para a sexta estrela na camisa da seleção variam entre 4,95 e 5. Por outro lado, em caso de título da Costa Rica ou da Arábia Saudita por exemplo, em nada favoritas, o valor da aposta vencedora é multiplicado 751 vezes. O montante investido é multiplicado pela odd para que se pague o ganhador.

Leia também

Em um exemplo prático, se um apostador optar por disponibilizar R$ 100 no título da equipe de Tite, Neymar e companhia, pode retornar até R$ 500. Mesmo em caso de vice-campeonato, o dinheiro aplicado fica com a casa de apostas.

Além do Brasil, Argentina, França e Inglaterra também aparecem bem cotadas nas principais casas de apostas. O valor pago para o título dessas seleções varia entre 6 e 7,5, o que significa dizer que são “menos favoritos que o Brasil”. Inglaterra, Espanha e Alemanha aparecem em uma segunda prateleira, com odds de 8,5 a 12.

Mas se engana quem pensa que essas probabilidades são calculadas apenas por máquinas. Pessoas de verdade, especialistas em jogos, acompanham todos os lances de diversos campeonatos para calcular, e precificar, as chances de um evento acontecer.

Na Betfair, as chances de título do Brasil estão avaliadas em 20%, com odd também de 5.

“Nossos especialistas em análises e probabilidades esportivas consideram uma série de variáveis na hora de calcular as quotas e probabilidades implícitas e com a Copa do Mundo não é diferente. A qualidade da atual equipe recheada de estrelas, a campanha feita nas eliminatórias da Copa, o retrospecto positivo e a liderança no ranking mundial da Fifa, além da sua tradição em Copas do Mundo sendo o maior campeão de todos os tempos são só alguns dos fatores considerados”, explicou a gerente internacional de relações públicas da Betfair, Rosiane Siqueira.

Ainda segundo a casa, o perigo para a seleção brasileira está em possíveis eliminações nas oitavas e nas quartas de final. Das 16 vezes em que o Brasil saiu sem o título, cinco aconteceram por eliminação nas quartas-de-finais. Três delas foram nas últimas 4 edições da competição.

O Brasil estreia na Copa do Mundo contra a Sérvia, no dia 24, às 16h (de Brasília), no estádio Lusail, pela primeira rodada do Grupo G. Ainda na primeira fase, a equipe enfrenta Suíça (28) e Camarões (2/12).

Guia da Copa: confira ranking da Fifa, participações e melhor desempenho dos países

Últimas