Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esportes
Publicidade

Marrocos vence Portugal por 1 a 0 e faz história na Copa do Mundo do Catar

Com um gol no primeiro tempo, equipe se torna o primeiro país africano a chegar à semifinal de um Mundial; CR7 começou no banco

Copa do Mundo|Do R7


En-Nesyri fez o gol que pôs o Marrocos entre os quatro finalistas da Copa do Catar
En-Nesyri fez o gol que pôs o Marrocos entre os quatro finalistas da Copa do Catar

Marrocos fez história na tarde deste sábado (10), no estádio Al Thumama, no Catar, ao vencer Portugal por 1 a 0 e se tornar o primeiro país africano a chegar à semifinal de uma Copa do Mundo. 

Com um gol de En-Nesyri ainda no primeiro tempo e uma atuação muito boa do goleiro Bono, os marroquinos fizeram a festa no que pode ser o último jogo de Copa de Cristiano Ronaldo, o português que foi eleito seis vezes melhor do mundo. 

No primeiro tempo, mesmo sem Cristiano Ronaldo, Portugal manteve a posse de bola acima de 60% quase que o período todo. Poderia ter saído na frente com Bruno Fernandes ou com João Felix, só que o goleiro Bono estava lá e não deixou.

Os africanos entraram em campo com uma tática defensiva muito bem montada pelo técnico Walid Regragui, mas quem achou que os marroquinos só ficariam na defesa se enganou. Por pelo menos duas vezes tiveram oportunidade de abrir o placar, e o jogo estava equilibrado. 

Publicidade

Aos 42 minutos, Attiat-Allah subiu pela esquerda e chutou a bola na entrada da pequena área. Após uma saída errada de Diogo Costa, En-Nesyri se antecipou e cabeceou para dentro da rede portuguesa. Para delírio dos torcedores marroquinos, que eram a maioria barulhenta no estádio Al Thumama. 

No comecinho do segundo tempo, Diogo Costa quase errou feio de novo e tomou o segundo gol. Ziyech cobrou falta e El Yamiq tentou de cabeça. O goleiro defendeu no susto e, no rebote, o marroquino chutou para fora.

Publicidade

Depois desse lance, Fernando Santos resolveu pôr Cristiano Ronaldo em campo. Portugal foi melhor o tempo todo, com o domínio da partida. Mas Bono estava no gol do Marrocos e impediu o empate. 

Olha que CR7 tentou, João Felix tentou, Bruno Fernandes tentou, mas foi o goleiro marroquino que ficou com a bola e ajudou a seleção a fazer história no Catar. 

Após o apito final, Cristiano Ronaldo saiu de campo chorando muito. Parecia não acreditar que sua história com Portugal em Copas poderia terminar com uma derrota, com ele no banco de reservas. 

Agora, Portugal volta para casa e o Marrocos espera o vencedor de Inglaterra e França. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.