Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Com 2º tempo arrasador, Botafogo vira contra o Internacional e amplia vantagem no Brasileirão

Glorioso saiu atrás após falha bizarra de Lucas Perri, mas voltou com tudo, fez 3 a 1 e garantiu a noite de festa no Nilton Santos  

Futebol|Do Live Futebol BR

Victor Sá, do Botafogo, comemora seu gol contra o Internacional
Victor Sá, do Botafogo, comemora seu gol contra o Internacional Victor Sá, do Botafogo, comemora seu gol contra o Internacional

No dia em que completou 119 anos de história no futebol, o Botafogo, líder isolado do Brasileirão, venceu mais uma.

 Compartilhe esta notícia no WhatsApp

 Compartilhe esta notícia no Telegram

De virada, o Glorioso bateu o Internacional por 3 a 1 na noite deste sábado (12), no Nilton Santos, em jogo que abriu a 19ª rodada — a última do primeiro turno —, e chegou aos 47 pontos. O Colorado segue com 24, na 12ª posição.

Publicidade

Maurício abriu o placar para os visitantes no primeiro tempo em falha bizarra — e rara — do goleiro Lucas Perri. Mas o time da estrela solitária foi arrasador na etapa final e virou com gols de Victor Sá, Janderson e Luís Henrique.

Assim, o sábado que começou com o anúncio da contratação de Diego Costa e uma série de ações com direito a Zeca Pagodinho, torcedor ilustre do clube, animando o pré-jogo, terminou da melhor forma possível para o botafoguense: com mais uma vitória incontestável.

Publicidade

Leia também

Como foi

Botafogo e Inter fizeram um primeiro tempo bem movimentado e com chances dos dois lados. Melhor para o Colorado, que contou com uma falha bizarra de Lucas Perri.

Publicidade

O goleiro não segurou o chute de Maurício, ficou procurando a bola e só viu quando o meia aproveitou o rebote para abrir o placar aos 17 minutos: 1 a 0 Inter.

Com o apoio da torcida, o Fogão teve chances de empatar e até mesmo de virar o jogo, mas parou nas defesas de Rochet. O goleiro uruguaio do time gaúcho foi exigido, deu conta do recado e garantiu a vitória parcial dos visitantes.

O Botafogo veio com tudo para o segundo tempo e conseguiu a virada em 12 minutos. Aos 9', Luis Henrique cruzou e Victor Sá completou entre as pernas de Rochet: 1 a 1. Três minutos depois, em nova jogada pela esquerda, Janderson — que entrou no intervalo — completou o cruzamento dividindo o lance com Nicolás Hernández para marcar o segundo: 2 a 1 para o Botafogo.

Arrasador, o Botafogo aumentou aos 27' num "contra-ataque de almanaque". Di Plácido disparou pela direita, Janderson puxou a marcação, Eduardo recebeu, fingiu o chute e tocou para Luis Henrique invadir a área e bater forte para ampliar: 3 a 1.

O técnico Eduardo Coudet até tentou mexer no Inter, Pedro Henrique marcou, em gol anulado por impedimento aos 43', e os minutos finais foram de total domínio do Botafogo. Aniversariante do dia, o Glorioso fez a festa em casa.

Próximos jogos

O próximo compromisso do Botafogo será fora de casa. No sábado que vem (19), às 16h (de Brasília), o líder encara o São Paulo no Morumbi. Já o Inter recebe o Fortaleza na segunda-feira (21), a partir das 20h.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 3 X 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data e hora: Sábado (12), às 21h (de Brasília)

Público / Renda: 39.598 presentes / R$ 1.889.440,00

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (Fifa-SP)

Auxiliares: Luiz Alberto Nogueira (SP) e Márcia Bezerra Lopes (RO)

VAR: Igor Junio Benevenuto (Fifa-MG)

Cartões amarelos: Adryelson, Janderson, Sampaio (Botafogo); Rochet, Gabriel, Mercado (Internacional)

Gols: Maurício, aos 17'/1T (Internacional); Victor Sá, aos 9'/2T (Botafogo); Janderson, aos 12'/2T (Botafogo); Luís Henrique, aos 27'/2T (Botafogo)

BOTAFOGO: Lucas Perri; Di Placido, Adryelson, Victor Cuesta e Hugo; Marlon Freitas, Tchê Tchê (Júnior Santos, aos 46'/2T) e Lucas Fernandes (Luis Henrique, no intervalo); Victor Sá (Danilo Barbosa, aos 29'/2T), Gustavo Sauer (Janderson, no intervalo) e Eduardo (Philipe Sampaio, aos 50'/2T). Técnico: Bruno Lage

INTERNACIONAL: Rochet; Bustos, Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Maurício (Nicolás Hernández, aos 10'/2T), Charles Aránguiz (Bruno Henrique, aos 18'/2T) e Wanderson (Pedro Henrique, aos 18'/2T); Alan Patrick (Matheus Dias, aos 31'/2T) e Enner Valencia (Luiz Adriano, aos 31'/2T). Técnico: Eduardo Coudet

Campeão do 1º turno, Botafogo está perto de conquistar o título do Brasileirão?

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.