Campeonato Paulista Estreia promissora de Luan no Corinthians completa dois anos

Estreia promissora de Luan no Corinthians completa dois anos

Em 2020, meia-atacante resolveu a partida na Florida Cup com dois gols. Sem conseguir se firmar, jogador não consegue sequência

Luan comemora um de seus 11 gols com a camisa do Corinthians

Luan comemora um de seus 11 gols com a camisa do Corinthians

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Dia 15 de janeiro de 2020. Há exatos dois anos, o Corinthians colocava em campo sua principal contratação. Com dois gols, o meia-atacante Luan garantiu a vitória por 2 a 1 contra o New York City pela Florida Cup, no Exploria Stadium, em Orlando, deixando uma boa primeira impressão à Fiel diretamente da "Terra da Magia".

Primeiro, nos dez minutos iniciais, com a camisa 7 que já vestiu Marcelinho Carioca, abriu o placar com um gol de falta - algo que não se via no Timão desde agosto de 2018. Depois, aos 29 minutos, arriscou chute certeiro de fora da área.

Mas a atuação no torneio de pré-temporada não foi reflexo do desempenho do jogador nos dois anos seguintes com a camisa corintiana. 

Anunciado em dezembro de 2019 como reforço por três temporadas após se despedir do Grêmio, onde conquistou a Libertadores e o título de ‘Rei da América’ em 2017, Luan custou cinco milhões de euros (R$ 22,8 milhões na época) ao Corinthians, que adquiriu 50% de seus direitos econômicos. Mas dois anos depois, ainda não conseguiu cair nas graças da Fiel e perdeu espaço na equipe titular.

Em seu primeiro ano com a camisa do Timão, Luan disputou 44 partidas, ficando em campo por uma média de 59 minutos. Neste período, teve 10 participações em gol ao balançar as redes 7 vezes e dar 3 assistências. Já em 2021, chegou a completar um mês sem entrar em campo.

Sob o comando do técnico Sylvinho, o jogador tem atuado até mesmo como um falso 9, uma escolha que, por enquanto, não surtiu efeito. Em seus melhores momentos no Grêmio, Luan se destacava na parte central do campo, partindo com a bola dominada para concluir a jogada ou servir seus companheiros.

Ao longo desses dois anos desde sua estreia, o atleta de 28 anos também foi prejudicado por uma lesão. Após boa sequência de 15 jogos como titular na última temporada, uma tendinite no adutor da coxa esquerda o fez perder 15 dias.

Em 2021, Luan esteve em campo por 54 minutos divididos em 33 jogos. Marcou quatro gols e distribuiu duas assistências.

Dois anos depois de uma estreia promissora, o camisa 7 está longe de ser unanimidade com a torcida e seu futuro no clube é incerto.

Seu valor de mercado sofreu uma queda de 61% desde os dois gols na Florida Cup. E, se antes já foi visto como "reforço de peso", Luan não é mais “imprescindível”. A diretoria corintiana já admitiu que não há nenhum planejamento definido para o jogador, que pode ser negociado caso haja alguma proposta.

Mercado da bola: confira as negociações do seu clube para 2022

Últimas