Campeonato Paulista Carille vai ‘investigar’ queda de rendimento no segundo tempo

Carille vai ‘investigar’ queda de rendimento no segundo tempo

Técnico do Santos ficou preocupado com situação observada em empate por 1 a 1, neste domingo, com o Guarani

Fábio Carille, técnico do Santos

Fábio Carille, técnico do Santos

Ivan Storti/Santos FC

O técnico do Santos, Fábio Carille, tentará entender exatamente o motivo de o time ter caído de rendimento e deixado o sistema defensivo mais frágil no segundo tempo do confronto com o Guarani na tarde  deste domingo (6), em Campinas. Foi, aliás, no início da etapa final que o Peixe levou o empate. A partida terminou em 1 a 1.

“Não entendi porque caiu no segundo tempo. Pode ser a parte física. Vamos buscar entender melhor isso”, afirmou em entrevista coletiva.

Carille ponderou que “é um início de trabalho” em “um sistema diferente com linha de quatro” e que “a Covid atrapalhou bastante com 17 jogadores ficando fora”, mas reconheceu: “Hoje [o esquema] deixou a desejar. Ficamos desprotegidos”.

Ele acrescentou: “Até dia 13 de novembro é jogo em cima de jogo. A gente precisa melhorar o desempenho”.

Não por acaso, o goleiro santista João Paulo precisou fazer grandes defesas e até defender um pênalti, sendo eleito o melhor em campo pela terceira vez no campeonato – de um total de quatro duelos do Peixe até agora.

O técnico comentou, ainda, que faltou ao Santos dividir melhor essas bolas que ficavam com o Guarani. “Não funcionou”, acrescentou.

Ele acredita, contudo, que a equipe está “numa crescente” e se mostra confiante com dois confrontos em sequência na Vila Belmiro: quinta-feira (10) contra o São Bernardo e domingo (13) diante do Ituano.

Time dos ‘professores’: Veja seleção com técnicos do Paulista e Carioca

Últimas