Campeonato Carioca Textor revela interesse em Marcelo e Cavani para o Botafogo

Textor revela interesse em Marcelo e Cavani para o Botafogo

Empresário americano afirmou ser fã do atacante uruguaio e o tratou como 'favorito' para voltar ao continente

Edinson Cavani em ação pelo Manchester United, da Inglaterra

Edinson Cavani em ação pelo Manchester United, da Inglaterra

AFP

O empresário John Textor, investidor do Botafogo, já deixou escancarado quão ambicioso é, e como quer fazer do clube carioca "lar" de grandes jogadores. Em entrevista ao jornalista Thiago Franklin, o acionista do Glorioso admitiu tentar contratações de impacto e citou o uruguaio Edinson Cavani, atualmente no Manchester United, como um de seus favoritos.

Além de mencionar o centroavante do time inglês, Textor comentou o interesse claro em poder contar com o lateral-esquerdo Marcelo, do Real Madrid (Espanha), torcedor do Botafogo e tratado como "sonho de consumo" pela diretoria do clube.

"Sobre jogador world class [classe mundial], Marcelo, meu Deus, fantástico! Nós o amamos, certo? E também um dos meus favoritos para voltar para a América do Sul um dia, Cavani, Edinson Cavani. Sim, eu vou tentar todos esses, certo? Porque eu acho que nós temos a habilidade… Se qualquer um desses jogadores realmente quiser voltar, nós temos mais ferramentas para recrutar eles do que os outros. Pois não é apenas o Botafogo, é o futebol. Temos como compensar pessoas, não só como jogadores, mas também como celebridades", afirmou John Textor.

O comprador de 90% da SAF (sociedade anônima do futebol) do clube da estrela solitária lembrou do limite de estrangeiros inscritos para uma partida, mas revelou pouco se importar com tal regra do futebol brasileiro.

"Eu não estou preocupado com o limite. Você não traria um jogador estrangeiro a não ser que soubesse que ele seria muito bom. Muitas das vezes esses jogadores estrangeiros têm salários mais altos por causa dos campeonatos que jogam. Então, eu não estou tão preocupado sobre esse limite. E outra: tenha em mente que ainda temos como trazer estrangeiros para o time B, para o sub-20 e o sub-23 também. E em qualquer momento, caso tenhamos os cinco melhores jogadores no principal, e esse é meu limite? Tudo bem. Não me preocupo com isso", completou.

O Botafogo vai finalizando seu processo de transformação em clube-empresa e negocia a chegada de grandes jogadores – ainda não revelados por Textor – junto a um novo técnico, que pode ser Luís Castro, do Al-Duhail, do Catar.

Muita grana: conheça os donos de clube mais ricos do mundo

Últimas