Campeonato Carioca Em jogo polêmico, Flamengo vence o Botafogo por 3 a 1 no Cariocão

Em jogo polêmico, Flamengo vence o Botafogo por 3 a 1 no Cariocão

Alvinegro reclamou de pênalti não marcado e de falta cometida por Gabigol no segundo gol rubro-negro anotado pelo próprio camisa 9

Pedro, do Flamengo, corre para comemorar o gol em cima do Botafogo

Pedro, do Flamengo, corre para comemorar o gol em cima do Botafogo

Marcelo Cortes / Flamengo (23.02.2022)

Em mais um clássico pelo Campeonato Carioca 2022, o Flamengo venceu o Botafogo por 3 a 1 em jogo remarcado da oitava rodada e disputado no Estádio Nilton Santos na noite desta quarta-feira (23). Os gols do Fla foram anotados por Pedro e Gabigol, ainda no primeiro tempo, e Arrascaeta, já na etapa final. O zagueiro Léo Pereira, contra, fez o do Glorioso, já aos 40 do segundo tempo.

Essa foi a 11ª partida com Pedro e Gabigol formando dupla de ataque desde o início, e a primeira em que ambos balançaram as redes.

Apesar do resultado, o duelo foi marcado por polêmicas. O time alvinegro reclamou muito de dois lances ainda no primeiro tempo. Aos 34, de um pênalti não marcado após toque na mão de Pedro dentro da área rubro-negra. Depois, de falta cometida por Gabigol na jogada em que o próprio camisa 9 converteu o segundo gol, já nos acréscimos da etapa inicial.

"Um jogo intenso, decidido nos detalhes. Estava 1 a 0, a gente estava no jogo, teve um pênalti para a gente que ele não deu. Tem o recurso (VAR) e não usa. Depois teve esse lance duvidoso (falta de Gabigol no segundo gol), vamos ver depois", reclamou o volante Barreto, ainda no intervalo. Ele levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso para o jogo contra a Portuguesa-RJ, domingo.

Dominante do início ao fim, o Flamengo "alugou" o campo de defesa do rival – principalmente no primeiro tempo. No fim, a convincente vitória no clássico acalma o torcedor rubro-negro, que ainda lamenta a derrota na Supercopa do Brasil para o Atlético-MG, nos pênaltis.

Situação na tabela
Com o resultado, o Flamengo chega aos 19 pontos, na vice-liderança do Cariocão, dois pontos atrás do líder Fluminense. Já o Glorioso estacionou nos 16 pontos, em quarto lugar.

Próximos jogos
Os dois times voltam a campo pela nona rodada do estadual do Rio no próximo domingo (27). Às 16h, o Mengão encara o Resende no mesmo palco do clássico desta quarta-feira, o Estádio Nilton Santos. Mais tarde, às 19h, o Botafogo mede forças com a Portuguesa-RJ no Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador.

Botafogo reclamou muito de dois lances no 1º tempo do clássico

Botafogo reclamou muito de dois lances no 1º tempo do clássico

Vítor Silva/ BFR (23.02.2022)

Em alta velocidade
Como quem buscava passar confiança para o seu torcedor, ainda sentido com a perda recente da Supercopa do Brasil para o Atlético-MG, o Flamengo começou o clássico a toda velocidade. Jogando solto e trocando passes com velocidade, o time comandado por Paulo Sousa encurralou o Botafogo e abriu o placar com menos de dez minutos.

O autor do gol foi Pedro. Escalado como titular ao lado de Gabigol, o camisa 21 aproveitou belo passe de Arrascaeta pela esquerda e completou com chute firme de canhota: 1 a 0 – foi o terceiro dele em cinco jogos nesta temporada.

Aos 15’, mais uma vez o Flamengo se aproveitou da falha na marcação do rival. Nas costas da defesa alvinegra, Arrascaeta teve espaço para quase ampliar. Arão esticou para Matheuzinho, que tocou para Gabigol lançar o uruguaio. De pé direito, ele só foi parado pela trave.

O Botafogo não chegou muitas vezes com perigo, mas aos 34’ reclamou de um pênalti não marcado em toque de Pedro com a mão dentro da área após desvio de Matheus Nascimento na primeira trave.

Depois, voltaria a reclamar de falta de Gabigol no lance que deu origem ao segundo gol. Aos 49’, o camisa 9 deixou o dele após contra-ataque e tabela com Lázaro: 2 a 0 Fla no primeiro tempo.

Para fechar a conta
O Flamengo começou na mesma intensidade a segunda etapa. O que foi diferente foi a postura do Glorioso, que criou mais chances e chegou a marcar com 14 minutos, mas o gol após boa jogada de Chay foi anulado por posição irregular de Matheus Nascimento, que tentou tocar a bola.

Quatro minutos depois, Gabigol carimbou a trave de Gatito Fernández. O terceiro gol do Mengão sairia dos pés de Arrascaeta. Aos 27 minutos ele recebeu de Matheuzinho na entrada da área, limpou Barreto da jogada e finalizou sem chances para Gatito.

O Botafogo conseguiu diminuir aos 40 minutos e com a ajuda de Leó Pereira. O zagueiro flamenguista mandou para o próprio gol após bola levantada na área.

O Botafogo foi valente, tentou acelerar, mas não havia mais tempo para uma reação. Final de jogo: 3 a 1 para o Flamengo.

FICHA TÉCNICA
Botafogo 3 x 1 Flamengo
Local: Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
Data e hora: quarta-feira (23/2), às 20h
Árbitro: Grazianni Macial Rocha
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thayse Marques Foseca
VAR: Rodrigo Nunes de Sá

Público: 11.909 pagantes (12.743 total)
Renda: R$ 463.435,00

Gols: Pedro, aos 8’/1ºT, Gabigol, aos 49’/1ºT e Arrascaeta, aos 27’/2ºT (Flamengo); Léo Pereira [contra], aos 40’/2ºT (Botafogo)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Daniel Borges, Joel Carli, Kanu e Jonathan Silva (Vitor Marinho); Breno (Kayque), Barreto e Fabinho; Luiz Fernando (Erison), Chay e Matheus Nascimento. Técnico: Lúcio Flávio (interino)

FLAMENGO: Hugo; Fabrício Bruno, David Luiz (Filipe Luís) e Léo Pereira; Matheuzinho, Arão (Gomes), Arrascaeta (Marinho), Andreas Pereira e Lázaro (Vitinho); Gabigol e Pedro (Bruno Henrique). Técnico: Paulo Sousa

Veja cinco bons motivos para acompanhar o Paulistão neste domingo (27) pela Record TV

Últimas