Campeonato Carioca Com Gabigol, Fla só empata com Boavista, mas reassume liderança

Com Gabigol, Fla só empata com Boavista, mas reassume liderança

Na estreia do atacante na temporada, time rubro-negro e Boavista ficam no 1 a 1, neste sábado (27), pelo Campeonato Carioca

Gabigol estreia na temporada em confronto com o Boavista, no Cariocão

Gabigol estreia na temporada em confronto com o Boavista, no Cariocão

NAYRA HALM/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO FTA20210327179 - 27.3.2021

O Flamengo reassumiu a liderança do Campeonato Carioca 2021 ao empatar com o Boavista por 1 a 1, na noite deste sábado (27), no estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ), em jogo válido pela sexta rodada do estadual. Vitinho marcou o gol do clube rubro-negro, enquanto Jean fez para o Boavista — que contou com uma grande atuação do goleiro Klever.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos 13 pontos e reassumiu a ponta da tabela pelo saldo de gols. Com a mesma pontuação, o Volta Redonda é o vice-líder. Já o Boavista é o 10º colocado, com 6 pontos.

O Madureira ocupa a terceira colocação do Cariocão, com 10  pontos. O Fluminense (9 pontos) e o Vasco (8), em quarto e oitavo lugares, respectivamente.

Gabigol de volta

Em busca do tricampeonato carioca, o time rubro-negro teve como principal novidade na equipe o retorno do atacante Gabigol — que teve boa movimentação durante a partida.

O craque se envolveu em uma polêmica, no dia 17 de março, após ser flagrado em um cassino no Itaim Bibi, região nobre na zona sul de São Paulo. Ele alegou que havia ido ao local para jantar com amigos, mas responde por crime contra a saúde pública.

O jogo

O Flamengo dominou o adversário desde o apito final e teve a primeira grande chance para abrir o placar logo aos 11 minutos, quando o volante Hugo Moura acertou a trave do goleiro Klever em uma bomba de longa distância.

No entanto, o Boavista surpreendeu o time rubro-negro. Aos 22 minutos, o volante Ralph cruzou da esquerda para Jean, que dominou na área e disparou uma bomba no ângulo direito do goleiro Hugo Souza.

Mas o Flamengo não demorou para reagir e chegou ao empate com Vitinho. Aos 28 minutos, o atacante aproveitou um cruzamento da linha de fundo, dominou perto da marca do pênalti e complementou para as redes.

Aos 38, o atual campeão quase virou o placar em uma grande jogada do atacante Michael, que finalizou de perna esquerda para obrigar Klever a realizar uma grande defesa e impedir o gol.

Abafa rubro-negro

No segundo tempo, o Flamengo voltou ao gramado com o mesmo apetite pela vitória. E, aos 3 minutos, quase conseguiu a virada em uma cobrança de falta muito perigosa. A bola desviou na zaga e o goleiro Klever fez uma lindíssima defesa.

Os flamenguistas pediram toque de mão do defensor adversário,mas a arbitragem considerou o lance regular. O Campeonato Carioca não tem VAR nesta edição.

Na sequência, aos 5 minutos, Gabigol dominou dentro da área, teve paciência para limpar a jogada e chutou com muito perigo, mas a bola subiu demais. 

Dois minutos mais tarde, o goleiro do Boavista fez outro milagre ao espalmar um chute de longa distância do volante João Gomes.

Aos 22 minutos, Michael lutou contra um zagueiro dentro da área, caiu, mas conseguiu tocar com a ponta da chuteira para Rodrigo Muniz, que disparou um chute forte. A bola resvalou na trave do goleiro Klever.

Novamente, os flamenguistas pediram a marcação de um pênalti, desta vez pela chegada do defensor em Michael. Mas, nada de irregular foi assinalado na jogada.

O Boavista tentou reequilibrar a partida e teve duas descidas mais perigosas, mas sem sucesso. Enquanto isso, o Flamengo lutou até o fim pelo gol da vitória, mas deixou o gramado apenas com o empate.

BOAVISTA 1 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ)
Hora: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Carlos Henrique Alves de Lima Filho
Cartões amarelos: Michel Douglas, Fernando Bob (Boavista); Pepê (Flamengo)
Gols: Jean, aos 22 minutos, Vitinho, aos 28 do 1º tempo
BOAVISTA: Klever; Caio Felipe, Douglas Pedroso, Elivelton e Jean; Jucilei, Fernando Bob (Erick Flores, aos 30 do 2º), Ralph (Victor Pereira, aos 43 do 2º) e Jefferson Renan; Michel Douglas e Vitor Feijão (Marquinhos, aos 17 do 2º tempo). Técnico: Leandrão.
FLAMENGO: Hugo Souza; Matheuzinho (João Lucas, aos 28 do 2º tempo), Bruno Viana, Léo Pereira e Renê (Ramon, aos 41 do 2º); Hugo Moura (Richard Rios, aos 42 do 2º), Gomes, Pepê (Rodrigo Muniz, aos 14 do 2º tempo) e Vitinho; Michael e Gabigol. Técnico: Maurício Souza.

Eliminatórias: Portugal empata e juiz revolta CR7 ao não validar gol

Últimas