Campeonato Carioca Botafogo tem organização como trunfo para o clássico

Botafogo tem organização como trunfo para o clássico

Alvinegro faz boa campanha no Carioca, mesmo tendo equipe 'provisória'; nesta quarta, duelo será contra o Flamengo

Chay voltou ao time na partida contra o Resende, pelo Cariocão

Chay voltou ao time na partida contra o Resende, pelo Cariocão

Vitor Silva/Botafogo (17.02.2022)

Enquanto vive momento especial nos bastidores com a esperada chegada do técnico Luís Castro, o Botafogo vira a chave para o clássico desta quarta-feira, contra o Flamengo, às 20h, no Nilton Santos, pela oitava rodada da Taça Guanabara. Comandado pelo interino Lúcio Flávio, o grupo vem de duas vitórias e carregando a bagagem de um time muito organizado.

A preparação para o clássico contra o Rubro-Negro mostra motivação e foco do time na reta final do Campeonato Carioca. Ainda com resquícios do trabalho de Enderson Moreira, o interino Lúcio Flávio vem de duas vitórias - uma delas contra o Vasco - e mantém o padrão da equipe que brilhou em 2021.

Se os desfalques assombraram no início do torneio, as peças de reposição vêm mostrando as cartas, como é o caso do lateral-direito Daniel Borges, líder de assistências. Além do defensor, Lúcio Flávio terá mais uma vez um dos pilares do elenco, que matou a saudade dos gramados na última partida, contra o Resende.

Trata-se do meia-atacante Chay, que ficou de fora das primeiras partidas do Cariocão por estar se recuperando de uma artroscopia para reparar lesão no joelho esquerdo. O camisa 14 disputará seu primeiro clássico na temporada e vem de boa atuação na vitória contra o Gigante do Vale, por 2 a 1, na última quinta-feira.

Ocupando a quarta colocação na tabela de classificação, com 18 pontos, e oito a mais em relação ao quinto colocado Resende, uma vitória sobre o Flamengo deixa o Botafogo a um empate de conquistara sua vaga nas semifinais do Campeonato Carioca. A bola rola a partir das 20h, no Estádio Nilton Santos, casa do Glorioso.

Provável escalação:

Gatito Fernández; Daniel Borges, Joel Carli, Kanu e Jonathan Silva; Breno, Barreto, Raí e Chay; Luiz Fernando e Matheus Nascimento. 

Últimas