Futebol Boa atuação do Vasco vira padrão contra o rebaixamento

Boa atuação do Vasco vira padrão contra o rebaixamento

Tanto na marcação quanto no ataque, o time teve melhor desempenho da temporada diante do Atlético-MG

Lance
Luxa explicou que foi parte da estratégia não se lançar ao ataque de imediato

Luxa explicou que foi parte da estratégia não se lançar ao ataque de imediato

Lance

Foi uma atuação para o torcedor guardar com carinho. A competência do Vasco para impedir um dos melhores times do Campeonato Brasileiro de fazer o que queria precisa ser elogiada. Mais do que a melhor partida sob as ordens de Vanderlei Luxemburgo, o Cruz-Maltino que ganhou do Atlético-MG neste sábado foi o melhor em toda a temporada.

Luxa explicou que foi parte da estratégia não se lançar ao ataque de imediato. É verdade também que se Hyoran tivesse convertido o pênalti que mandou na trave, o time da casa teria que marcar mais à frente, o que era exatamente o objetivo contrário do time casa. Mas "se" não joga. Mérito a quem merece.

A marcação dobrada nas laterais, a precisão de Bruno Gomes na faixa central, o recital de Benítez, o fim do jejum de gols de Cano coroado com um golaço. O que o Vasco fez não foi pouco: tirou da zona de conforto e pressionou um dos melhores repertórios ofensivos do país.

Sem contar que está mais do que definido que o sistema tático para a reta final é este. O desempenho deste sábado se opõe ao da última quarta-feira, quando a equipe, noutro desenho tático, foi presa fácil para o Red Bull Bragantino. Com o meio-campo mais povoado, o time cresceu. Agora é preciso ganhar o campeonato particular.

"Essa vitória sobre o Atlético-MG foi fundamental. Nos fugiu o (resultado contra) Coritiba, né? A derrota em Bragança Paulista... São Paulo e outros perderam. Contra o Coritiba era importante, era confronto direto. A expulsão prejudicou bastante. Mas estamos no caminho certo na busca para a manutenção na primeira divisão, mas não terminou", alertou Vanderlei.

Últimas