Futebol Bahia goleia o Atlético-MG, ajuda o Palmeiras e se salva do rebaixamento no Brasileirão

Bahia goleia o Atlético-MG, ajuda o Palmeiras e se salva do rebaixamento no Brasileirão

Equipe de Ceni bateu os comandados de Felipão por 4 a 1, com gols de Cauly, Jubá, Thaciano e Ademir. Paulinho descontou

  • Futebol | Pietro Otsuka, do R7

Bahia precisava da vitória a qualquer custo

Bahia precisava da vitória a qualquer custo

WALMIR CIRNE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 6/12/2023

Desafiando todas as probabilidades, o Bahia goleou o Atlético-MG por 4 a 1 nesta quarta-feira (6), na Fonte Nova, e garantiu a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Cauly, Jubá, Thaciano e Ademir fizeram os gols do time comandado por Rogério Ceni, e Paulinho marcou para o Galo. Com o resultado, o Tricolor Baiano termina o Brasileirão na 16ª colocação, com um ponto a mais que o Santos, que acabou rebaixado.

O Atlético-MG, por outro lado, brigava pelo título, mas precisava de uma combinação improvável de resultados para levantar a taça. O time de Felipão precisava vencer por um placar elástico e torcer para um tropeço do Palmeiras, para tirar uma vantagem de oito gols de saldo.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

O jogo

Precisando da vitória a qualquer custo, o Bahia chegou ao gol cedo, logo aos 10 minutos do primeiro tempo. Edenílson se atrapalhou sozinho e deu a bola a Thaciano, que agiu rápido e encontrou Cauly, livre na grande área, que chutou firme, rasteiro, sem chance de defesa para Everson. 

Com a vantagem no placar, o Tricolor Baiano seguiu com a estratégia de esperar os ataques do Galo para sair em contra-ataque. A estratégia funcionava, e o time de Rogério Ceni até desperdiçou mais chances, mas foi aí que brilhou a estrela de um dos principais destaques do Brasileirão: Paulinho. 

O Atlético-MG fez boa trama pelo lado esquerdo do ataque, até que Igor Gomes encontrou o camisa 10 entrando nas costas da zaga. O atacante recebeu de frente com Marcos Felipe e finalizou na saída do goleiro, deixando tudo igual. 

Thaciano decisivo

Quando o jogo se encaminhava para o intervalo, o Bahia voltou à liderança do placar com Juba. Thaciano venceu no pé de ferro e lançou a bola na área. Juba apareceu nas costas do lateral Mariano e finalizou de primeira, no contrapé de Everson, sem chance de defesa. 

Já na segunda etapa, o Bahia administrava a vantagem, mas tentava o gol para ficar mais tranquilo na partida. E o gol veio. Aos 21 minutos, Rezende arriscou de longe e a bola parou no pé de Thaciano, que já havia dado uma assistência e finalizou com certa dificuldade, mas balançou as redes. 

Depois de ampliar o marcador, o Bahia se fechou na defesa e contou com uma noite pouco inspirada dos jogadores do Atlético-MG. Mas, ainda deu tempo de transformar a vitória em goleada. Já nos minutos finais, Ademir disparou em velocidade no contra-ataque e balançou as redes para decretar o placar final: 4 a 1.

De público recorde a vantagem histórica: veja sete motivos que tornam o Brasileirão 2023 especial

Últimas