Futebol Ataque do City encara 'ferrolho' do Atlético de Madrid; Benfica recebe Liverpool em Lisboa

Ataque do City encara 'ferrolho' do Atlético de Madrid; Benfica recebe Liverpool em Lisboa

Times se enfrentam nesta terça-feira (05), em jogo válido pela partida de ida das quartas de final da Champions League

Agência Estado - Esportes
Phil Foden, Raheem Sterling e Kevin De Bruyne, do City

Phil Foden, Raheem Sterling e Kevin De Bruyne, do City

REUTERS/Craig Brough

O duelo entre o ataque do Manchester City e o 'ferrolho' do Atlético de Madrid, no Etihad Stadium, é a principal atração desta terça-feira, em jogo válido pela partida de ida das quartas de final da Champions League. Em Lisboa, o Benfica recebe o poderoso Liverpool.

Em Manchester, em entrevista coletiva, Pep Guardiola, técnico do City, não gostou da comparação de estilo com colega argentino Simeone, do Atlético. "Eu não vou gastar um minuto falando sobre esse debate estúpido", afirmou.

"Todos nós procuramos uma maneira de vencer. Se ele tiver sucesso, o seu estará correto, e se eu tiver sucesso, estarei certo. Não sei o que é jogar feio. Eu não julgo adversários. Há uma concepção incorreta de como o Atlético joga. Eles são mais ofensivos do que as pessoas pensam. Eles não correm muitos riscos, mas quando chegam ao nosso campo mostram a qualidade dos seus jogadores."

Mas tanto Guardiola quanto Simeone não conseguiram vencer a Liga dos Campeões nos últimos dez anos. O último título do espanhol foi pelo Barcelona em 2011 e enfrenta sua sexta tentativa de fazê-lo com o City, que ainda não conquistou o máximo torneio de clubes da Europa.

O Atlético perdeu a final europeia três vezes, incluindo duas contra o Real Madrid em 2014 e 2016. A equipe espanhola regressa a Manchester, tendo derrotado o Manchester United em Old Trafford no mês passado para avançar para as quartas.

Simeone não poderá contar com uma de seus melhores defensores, pois o zagueiro uruguaio José María Giménez se machucou nos minutos finais da vitória por 4 a 1 sobre o Alavés, sábado, pelo Espanhol. Já Guardiola ainda não poderá contar com Rúben Dias, machucado há um mês.

O português Bernardo Silva, um dos mais experientes do City, falou o que significa o duelo com o Atlético de Madrid. "Acho que não temos ansiedade, mas sim pressão. A pressão precisar vencer é boa, porque você está presente nos momentos importantes. Queremos tê-la porque queremos os títulos. O Atlético com certeza

também sofre da mesma forma. Somos jogadores acostumados a isso e vamos administrar bem", disse. "Este é um jogo muito difícil, porque nós os conhecemos, eles são acostumados a jogar partidas onde a pressão é muito alta. É uma equipe muito agressiva com e sem a bola, eles não vão nos dar muito espaço."

FAVORITISMO INGLÊS

Para muitos críticos, o Liverpool saiu com a melhor parte do sorteio, tendo como rival o Benfica, que chegou a esta fase do torneio pela primeira vez após seis anos. A equipe inglesa aspira ganhar quatro taças na temporada, após ganhar a Liga Inglesa, estar nas semifinais da Copa da Inglaterra e um ponto atrás do líder Manchester City no Campeonato Inglês.

O fato de a segunda partida ser em Anfield, palco de vários jogos memoráveis, torna a equipe do técnico alemão Jurgen Klopp ainda mais favorita na busca da sétima Liga dos Campeões. O treinador mostrou confiança na entrevista antes do jogo, mas também respeitou o adversário. "Todos nós sabemos que com um erro, com algo dando errado, uma competição acaba. Sem problemas, estamos prontos para tudo. Vamos lá", disse Klopp, que não vai ter em ação Trent Alexander-Arnold.

O Benfica, bicampeão europeu, sonha em repetir a surpresa de 2006, quando eliminou o Liverpool nas oitavas por 3 a 0 em dois duelos. As equipes também se enfrentaram nas quartas de final de 2010, com o Liverpool vencendo por 5 a 3 no agregado.

Saiba quais são os elencos mais valiosos da Libertadores 2022

Últimas