Futebol Abel rebate tabu contra Flamengo: 'Quem vive de história é museu'

Abel rebate tabu contra Flamengo: 'Quem vive de história é museu'

Neste sábado (27), em Montevidéu, Palmeiras faz a final da Libertadores contra adversário que não vence desde 2017

  • Futebol | Do Live Futebol BR, em Montevidéu, no Uruguai

Técnico Abel Ferreira chega à sua segunda decisão de Libertadores com o Palmeiras

Técnico Abel Ferreira chega à sua segunda decisão de Libertadores com o Palmeiras

Cesar Greco/Agência Palmeiras - 26.11.21

Sempre direto, Abel Ferreira não mudou o estilo em sua última entrevista coletiva antes da grande final da Libertadores, que ocorrerá neste sábado (27), no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai. Quando indagado sobre o pequeno tabu de nove jogos sem vitória do Palmeiras em cima do Flamengo, que vem desde 2017, o português voltou a lembrar que tem um plano.

“Apesar de não ganharmos há mais de quatro anos, temos uma oportunidade de fazer isso amanhã [sábado]. Minha história no Palmeiras tem sido fazer história com estes jogadores aqui e agora. A história é rica, faz parte do passado, mas quem vive de história é museu. Quem ganha são os jogadores aqui e agora. Os detalhes do plano não vou dizer, porque são os segredos da profissão. Esta equipe já provou que aqui e agora, com estes jogadores, não com passado, mas no presente, pode escrever a história”, disse.

Dos nove jogos sem vitória contra o Mengão desde 2017, foram cinco derrotas e quatro empates. Com Abel Ferreira no comando, o time alviverde soma três derrotas e um empate contra os cariocas. O empate, por sinal, foi na decisão da Supercopa, vencida pelo Flamengo nos pênaltis.

Na mesma entrevista, Abel confirmou Felipe Melo no time titular para a decisão, que reunirá os dois últimos campeões da Libertadores. O jogador sentiu dores no joelho direito no começo da semana e foi desfalque no jogo contra o Fortaleza, o último em que os titulares do Verdão estiveram em campo.

Além do volante como titular, Abel deve usar o quarteto de frente formado por Veiga, Scarpa, Dudu e Rony. Assim, o provável Palmeiras tem: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Gustavo Scarpa, Dudu e Rony.

Capitão solta o verbo

Na mesma entrevista coletiva, Felipe Melo aproveitou para dizer que existe "má vontade" com o Verdão. O volante rebateu os críticos da última decisão, quando o Palmeiras derrotou o Santos por 1 a 0.

“Existe uma má vontade muito grande quando se fala do Palmeiras. Quando o Palmeiras ganha um jogo, de repente uma final da Libertadores, como no começo deste ano, contra o Santos – ouvi muitas pessoas dizendo que foi a pior final de Libertadores da história, que foi decidida no último minuto. E essas mesmas pessoas acho que tiveram amnésia, porque há dois anos, também na final da Libertadores, o jogo foi decidido nos últimos minutos”, declarou, lembrando a final entre Flamengo e River Plate.

Na ocasião, o time argentino vencia até os 89 minutos, quando Gabigol empatou. Na sequência, mais precisamente aos 92 minutos, o atacante marcou o gol da virada.

Live Futebol BR

Veja grandes contratações no futebol brasileiro que deram errado

Últimas