Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Denílson cobra dívida milionária de Belo e pede que justiça bloqueie cachê em programa de TV

Ex-jogador pede R$ 7 milhões por quebra de contrato, após o cantor deixar o grupo de pagode Soweto, nos anos 2000

Fora de Jogo|

Denílson cobra dívida de Belo por conta do grupo Soweto
Denílson cobra dívida de Belo por conta do grupo Soweto Denílson cobra dívida de Belo por conta do grupo Soweto

O ex-jogador Denílson entrou com um pedido na Justiça para que uma emissora de TV bloqueie qualquer prêmio em dinheiro ou bem destinado ao cantor Belo.

Há mais de 20 anos, o pentacampeão vive um impasse judicial com o pagodeiro, em ação movida na 5ª Vara Cível de São Bernardo do Campo, por causa de uma dívida.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

A informação foi divulgada pelo portal UOL nesta sexta-feira (16) e confirmada pela reportagem do Estadão. Denílson pede para que o cantor arque com uma dívida avaliada em pouco mais de R$ 7 milhões, em razão do descumprimento de contrato com o grupo de pagode Soweto, no início dos anos 2000.

No quadro de que está participando, os cachês pagos aos participantes não são divulgados pela emissora, mas Denílson pede para que a Justiça bloqueie os prêmios e ganhos que o cantor venha a receber ou já tenha obtido no quadro dominical.

Publicidade

No início dos anos 2000, Denílson comprou os direitos do Soweto, grupo de pagode de que Belo fazia parte. Cerca de um ano após a compra, o cantor deixou o grupo para seguir carreira solo, e o ex-jogador alegou quebra de contrato e passou a cobrar na Justiça a multa contratual. Desde então, as duas partes mantêm uma batalha judicial sobre o valor que deve ser pago.

Nesta semana, o jogador comentou o caso em entrevista com Galvão Bueno.

Publicidade

"Como artista, (o Belo) é um fenômeno. Canta muito, só que não dá. O artista não pode estar separado do pessoal. Ele não é um artista de excelência, e tenho meus motivos para falar. Ele tem asteriscos comigo. Ele abriu mão do grupo (Soweto), mas tem uma questão burocrática. Tem um contrato, e foi ele que quebrou esse contrato, ele tem de pagar", afirmou o ex-jogador.

Denílson foi bastante claro sobre o assunto e demonstrou não abdicar do que entende ser seu dinheiro. "Ele não pagou. Fomos para a Justiça, e ganhei em todas as instâncias possíveis. Ganhei, é muito simples", comentou.

Publicidade

A última decisão na Justiça é de novembro de 2022, com retorno favorável a Denílson. "Era um valor que ele poderia pagar tranquilamente com a quantidade de shows que faz, mas é mal gerenciado e por isso não estava pagando. A dívida foi acumulando e está em um valor muito alto."

De Vampeta a Kleber Gladiador: veja atletas que escondem a grana para não pagar direitos aos filhos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.