Fora de Jogo Atleta olímpico Benjamin Kiplagat é encontrado morto, aos 34 anos, no Quênia; polícia investiga

Atleta olímpico Benjamin Kiplagat é encontrado morto, aos 34 anos, no Quênia; polícia investiga

O esportista representou Uganda em competições como os 3.000 metros com barreiras, tendo participado de três Jogos Olímpicos 

AFP
Kiplagat em participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016

Kiplagat em participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016

Fabrice Coffrini/AFP - 15.08.2016

O atleta Benjamin Kiplagat foi encontrado morto no Quênia, anunciou a polícia do país, enquanto a imprensa afirma que ele foi assassinado. Nascido no Quênia há 34 anos, Kiplagat representou Uganda em competições internacionais em provas como os 3.000 metros com barreiras, participando de três Jogos Olímpicos e Mundiais de Atletismo, entre outros eventos. 

Ele ganhou a medalha de prata nos 3.000 metros com barreiras no Mundial Júnior de 2008 e a medalha de bronze no Campeonato Africano de 2012.

Seu corpo foi encontrado sem vida dentro de um carro neste sábado (30), nos arredores da cidade de Eldoret, no vale do Rift. 

"Foi aberta uma investigação, e a polícia está à procura de pistas", disse um oficial da polícia, Stephen Okal, à imprensa local. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Ele acrescentou que o corpo de Kiplagat tinha um ferimento no pescoço, o que sugeria que ele havia sido esfaqueado. 

Em outubro de 2012, a atleta queniana Agnes Tirop, de 25 anos, foi morta a facadas na sua casa em Iten, um local de treinamento perto de Eldoret.

Ano pré-olímpico é marcado por destaque de brasileiros no Pan, brigas do COI e incertezas em Paris

Últimas