Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Atacante holandês acusado de tráfico é condenado a prisão por esfaquear um primo

Quincy Promes foi jogador da seleção da Holanda e atualmente atua no Sportak Moscou, da Rússia

Fora de Jogo|Do R7


Quincy Promes teve pena aumentada por ser famoso
Quincy Promes teve pena aumentada por ser famoso

O atacante Quincy Promes, ex-jogador da seleção da Holanda e atualmente no Spartak Moscou, da Rússia, foi condenado a 18 meses de prisão por esfaquear um primo dele. A decisão do Tribunal Distrital de Amsterdã foi divulgada nesta segunda-feira (19). O atleta também responde uma acusação por tráfico de cocaína.

Leia também

A sentença para este tipo de crime normalmente seria de um ano, mas os juízes optaram uma punição mais longa porque "o suspeito é um jogador de futebol profissional e uma celebridade holandesa e, portanto, dá o exemplo aos outros".

Promes não estava no tribunal para o veredicto. Em um resumo por escrito, o tribunal não identificou Promes, de 31 anos, pelo nome, de acordo com as regras holandesas de privacidade. Mas o caso foi amplamente divulgado na mídia holandesa.

O jogador esfaqueou o primo no joelho em uma festa de família, em uma cidade perto de Amsterdã, em julho de 2020. A polícia soube do incidente porque estava grampeando o telefone de Promes como parte de uma investigação sobre tráfico de drogas. O atleta é acusado, juntamente com outro cidadão holandês, de ter importado "várias centenas de quilos" de cocaína em janeiro de 2020, principalmente através do porto da Antuérpia, na Bélgica.

Publicidade

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

No início de 2021, Promes trocou o Ajax pelo Spartak Moscou, onde já havia jogado por quatro temporadas (2014 a 2018). No mesmo ano, foi à Eurocopa com a seleção holandesa como reserva e, desde então, não foi mais convocado. Ao longo de sua carreira, o atacante fez 50 partidas oficiais pela seleção da Holanda, balançando as redes por sete vezes.

Antony, Daniel Alves, Cuca e mais: relembre atletas acusados de violência contra mulheres

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.