Esportes Djokovic deverá ter permissão para defender título em Roland Garros

Djokovic deverá ter permissão para defender título em Roland Garros

Grand Slam, que começa em maio, deve ser o primeiro sem restrições ligadas à Covid-19; sérvio não se vacinou contra a doença

Reuters - Esportes
Novak Djokovic foi impedido de competir no Australian Open, em janeiro deste ano

Novak Djokovic foi impedido de competir no Australian Open, em janeiro deste ano

DIEGO FEDELE/EFE

Os organizadores de Roland Garros disseram nesta quarta-feira (16) que Novak Djokovic provavelmente terá permissão para defender seu título no torneio. O Grand Slam, que começa em 22 de maio, deverá ser o primeiro sem nenhuma restrição relacionada à Covid-19.

A França suspendeu as restrições em quase todos os espaços públicos — exceto hospitais, asilos e transportes públicos — na segunda-feira (14), o que significa que o complexo de Roland Garros deve operar em plena capacidade, e com Djokovic em quadra.

"Do jeito que as coisas estão, nada impede que Djokovic participe do Aberto da França", disse a diretora do torneio, a ex-tenista Amelie Mauresmo, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

O tenista 20 vezes campeão de torneios do Grand Slam não conseguiu defender seu título do Australian Open, em janeiro, uma vez que foi deportado do país sob uma grande polêmica, após ter sido inicialmente admitido no torneio, embora não tivesse se vacinado contra a Covid-19.

Aos 34 anos, ele também está fora dos torneios ATP 1000 deste mês em Indian Wells e Miami por não poder entrar nos Estados Unidos sem uma prova de vacinação.

Embora isso não seja necessário para entrar na França ou em qualquer evento esportivo no país, o presidente da Federação Francesa de Tênis (FFT), Gilles Moretton, advertiu que as coisas podem mudar antes do início de Roland Garros, em 22 de maio.

"Ainda há um vírus circulando, e temos que ser cautelosos. Se as coisas voltarem a acontecer e o governo tomar novas medidas, não seríamos excluídos dessas medidas", explicou.

Djokovic não é o único: relembre atletas que recusaram a vacina

Últimas