Esportes Cruzeirenses fazem foguetório e marcam protesto contra presidente

Cruzeirenses fazem foguetório e marcam protesto contra presidente

Três pessoas fizeram foguetório na porta da casa do presidente Sérgio Santos Rodrigues após eliminação na Copa do Brasil

  • Esportes | Lucas Pavanelli, do R7, com Virgínia Nalon, da RecordTV Minas

Torcedores do Cruzeiro fizeram um foguetório, na noite desta quinta-feira (10), na porta do prédio onde mora o presidente do clube Sérgio Santos Rodrigues. O protesto, comandado por três torcedores, começou depois das 22 horas em uma rua do bairro Luxemburgo, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. 

Protesto aconteceu por volta das 22h

Protesto aconteceu por volta das 22h

Reprodução/redes sociais

Moradores chamaram a polícia e contaram que três homens pararam em frente ao prédio e começaram a soltar os fogos. O barulho teria demorado cerca de dois minutos. Em seguida, eles deixaram o local. 

As críticas ao presidente do Cruzeiro ganharam força após a eliminação da equipe, que atualmente disputa a Série B, para o Juazeirense, da quarta divisão. Na noite da eliminação, na última quarta-feira (9), torcedores picharam um muro na rua onde vive Sérgio Santos Rodrigues. Os vizinhos conseguiram apagar as frases com tinta branca. 

Nas redes sociais, torcedores pedem a saída do presidente, eleito em outubro do ano passado e que tem mandato até 2023. No perfil da torcida organizada Máfia Azul, a frase "pede pra sair" é seguida por uma foto convocando os integrantes para um protesto neste sábado (12), na Toca da Raposa 2, centro de treinamento do clube, na região da Pampulha. 

Torcida organizada convoca torcedores para protesto neste sábado (12)

Torcida organizada convoca torcedores para protesto neste sábado (12)

Reprodução/redes sociais

Vandalismo

Quem também sofreu com a atitude de torcedores do Cruzeiro foi o ex-presidente do clube, Gilvan de Pinho Tavares. Horas após a eliminação do time na Copa do Brasil, a casa dele, localizada no bairro Barroca, região Oeste de Belo Horizonte foi apedrejada

Segundo informações da Polícia Militar, o ataque teria acontecido à 1h. Aos policiais, Tavares, de 80 anos, afirma ter sido acordado com o barulho de vidros se quebrando e pedras sendo jogadas no telhado. O ex-presidente da Raposa alega que viu quatro suspeitos chutando o portão de sua casa.

Gilvan foi presidente do clube entre 2012 e 2014 e é considerado por parte da torcida como um dos responsáveis pela crise financeira que resultou na queda do Cruzeiro para a Série B em 2019. 

Outros ex-dirigentes do clube também foram alvo da torcida. O carro do ex-vice-presidente Itair Machado foi apedrejado em uma rua de Belo Horizonte, situação vivida, também, pelo ex-diretor de Comunicação, Sergio Nonato, que também foi alvo de uma cusparada de um torcedor na última eleição do clube. 

Últimas