Copa 2018 Técnicos de Rússia e Espanha já se enfrentaram como jogadores

Técnicos de Rússia e Espanha já se enfrentaram como jogadores

Stanislav Cherchesov (Spartak Moscou) e Fernando Hierro (Real Madrid) estiveram presentes nas quartas de final da Copa dos Campeões de 1991

R7 na Copa

Cherchesov levou a melhor sobre Hierro na Copa dos Campeões de 1991

Cherchesov levou a melhor sobre Hierro na Copa dos Campeões de 1991

Lucy Nicholson/Reuters e Kai Pfaffenbach/Reuters - 13.6.2018

Vinte e sete anos depois, Stanislav Cherchesov e Fernando Hierro voltam a se encontrar. Os ex-jogadores de Spartak Moscou e de Real Madrid se enfrentam neste domingo (1º), a partir das 11 horas (de Brasília), no Estádio Luzhniki, como treinadores de Rússia e Espanha. A partida é válida pelas oitavas de final da Copa do Mundo.

Confira os confrontos das oitavas de final da Copa do Mundo

O confronto entre os dois terminou com vitória do goleiro do Spartak por 3 a 1 sobre o zagueiro do Real Madrid. A partida foi o jogo de volta das quartas de final da então Copa dos Campeões de 1991. Depois do 0 a 0 no antigo Luzhniki, o time russo venceu em pleno Santiago Bernabéu. Butragueño abriu o placar para os donos da casa, mas Radchenko (duas vezes) e Chmarov viraram o placar.

Cherchesov jogou Copa de 1994

Cherchesov jogou Copa de 1994

Stephen Dunn/Reuters - 28.6.1994

Na fase seguinte, o Spartak foi eliminado com duas derrotas para o Olympique de Marseille (3 a 1 e 2 a 1), que acabou campeão contra o Estrela Vermelha.

“Naquele momento, os espanhóis eram favoritos”, relembrou o comandante. “O Hierro era um jogador muito forte e agora trabalha bastante também. Ninguém acreditava que poderíamos ganhar, mas conseguimos vencer.”

Cherchesov rodou por times russos, mas fez carreira no próprio Spartak, time pelo qual se aposentou em 2002 - foi um dos goleiros da Rússia na Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos. A carreira como treinador começou em 2004 e, doze anos depois, foi convidado para defender seleção do seu país.

Do outro lado, Hierro passou 14 anos no Real Madrid e ajudou a perpetuar a história gloriosa do time. O capitão madrilenho por tantos e tantas temporadas conquistou o Espanhol em cinco oportunidades e a Liga dos Campeões duas vezes.

Hierro ficou 14 anos no Real

Hierro ficou 14 anos no Real

Graham Chadwick/Getty Images - 3.3.1999

Na entrevista oficial, o treinador disse desde o início que não estava ali para relembrar do passado. A Espanha não vence anfitriões em Copas do Mundo ou Ligas Europa há 16 anos.

“Por que estamos olhando no retrovisor bem agora? Por que estamos olhando para o passado? Tudo é sobre este amanhã [este domingo], a partir das 5 horas da tarde [11 horas de Brasília]. Todo o resto é completamente irrelevante”, disse Hierro.

Nas oitavas de final, o treinador ao melhor estilo linha-dura fez questão de dizer que seus jogares irão fazer a partida de suas vidas para vencer a Espanha. Quem avançar do confronto, enfrenta quem levar a melhor de Croácia x Dinamarca, que começa logo depois de Espanha x Rússia.

“Não vejo essa partida como pressão, vejo como uma responsabilidade. É a responsabilidade de uma fase eliminatória. Tenho certeza que a Espanha tem a mesma sensação”, disse Cherchesov, na entrevista oficial.

Veja também:

Craque da Rússia é provocado e responde sobre doping nas oitavas

Temporal em Moscou cancela Fan Fest da Copa do Mundo

A visita que mudou o destino no Brasil na Copa do Mundo

Veja destaques e decepções da primeira fase da Copa 2018