Lance Tite rasga elogios à atuação e diz: 'Não sei o limite do Neymar'

Tite rasga elogios à atuação e diz: 'Não sei o limite do Neymar'

Técnico se mostrou satisfeito com a seleção brasileira contra a Áustria, mas evitou dizer que usará escalação mais ofensiva contra a Suíça 

copa 2018, tite, suíça, estreia, seleção, brasil

Tite gostou do que viu no amistoso em Viena, neste domingo

Tite gostou do que viu no amistoso em Viena, neste domingo

AFP/JOE KLAMAR

Tite gostou do que viu na vitória da Seleção Brasileira por 3 a 0 sobre Áustria, em amistoso disputado neste domingo, em Viena. Com Philippe Coutinho jogando por dentro e uma escalação mais ofensiva, o técnico aprovou a postura de seus comandantes contra uma marcação mais forte, mas evitou confirmar que esta é a equipe que vai começar jogando a Copa do Mundo. Neymar, novamente titular, encantou o chefe.

Confira tudo sobre Copa 2018 no R7 Esportes

— O time para iniciar eu acho que na quinta ou sexta eu posso responder. Agora estou na adrenalina do jogo, mas na medida que se apresenta bem (o time) vai se confirmando. Não dá para já adiantar. A gente tem que se desafiar em níveis de evolução. A concentração competitiva da equipe o jogo todo foi elogiável. Eu sonho, claro, com uma Copa do Mundo, como todos, mas temos de ficar atentos ao trabalho. A equipe está amadurecendo mentalmente. Foi um jogo forte, de contato e teve grande desempenho - comemorou o técnico.

Contra a Croácia, Tite escalou o meio de campo com Casemiro, Paulinho e Fernandinho. Desta forma, a equipe teve mais dificuldades com a bola, e neste domingo o último do trio deu lugar a Neymar - assim, Coutinho saiu da ponta para atuar por dentro no 4-1-4-1 brasileiro.

O camisa 10, que entrou no segundo tempo contra a Croácia e fez um belo gol, neste domingo começou uma partida pela primeira vez desde o fim de fevereiro, quando lesionou o pé direito. O atacante do Paris Saint-Germain (FRA) fez outro golaço e saiu no fim da partida para evitar problemas.

— Não sei nem o limite do Neymar. A capacidade técnica e criativa dele é impressionante. Quando conseguimos o acionar no último terço do campo, ele é letal. Mas ainda está procurando, readquirindo, e ele vai oscilar. Até no último lance de participação dele, falei: 'vara para o gol; abriu, finaliza'. No fim fiquei com medo de algo muscular e fiz a mudança - explicou.

O Brasil agora viaja para a Rússia e a próxima partida já será na Copa do Mundo. Domingo que vem, a equipe estreia no Mundial em busca do hexacampeonato contra a Suíça, em Rostov.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

O hexa vem! 16 provas de que o brasileiro está pronto para a Copa

Tite deve renovar com a seleção brasileira depois da Copa?

    Access log