Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Alerj vota lei que prevê brigadistas em alojamentos esportivos

Em discussão única, Assembleia do Rio discute projeto que vale para instalações de atletas profissionais e de base de todas as modalidades 

Esportes|Lucas Ferreira, do R7*

Dez pessoas morreram e seis ficaram feridas em alojamentos em três dias no Rio
Dez pessoas morreram e seis ficaram feridas em alojamentos em três dias no Rio Dez pessoas morreram e seis ficaram feridas em alojamentos em três dias no Rio

A Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) vota nesta terça-feira (26), em discussão única, um projeto de lei que obriga todos os alojamentos esportivos a contarem com brigada de incêndio permanente.

Audiência com famílias de vítimas e Flamengo termina sem acordo por indenização

A determinação da Assembleia do Rio vale para instalações permanentes ou provisórias de atletas profissionais e de base. De acordo com o projeto do deputado Carlos Macedo (PRB), a brigada deve ser composta por voluntários.

Estes funcionários, segundo o texto, devem conhecer o plano de emergência contra incêndios das instalações e auxiliar na avaliação de risco das saídas de emergência dos locais.

Publicidade

Leia também

Macedo criticou os clubes do Rio de Janeiro, que em sua visão não tem o devido cuidado com a segurança de seus atletas. “É possível verificar que mesmo os grandes clubes de futebol não observam os dispostos nas legislações estadual e federal, em que deveriam garantir a segurança de todos que ali frequentam”, disse o deputado.

Válido para todos os alojamentos de todos os esportes no Estado do Rio, o projeto visa evitar tragédias como a que aconteceu no Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, o Ninho do Urubu, no começo de fevereiro. Dez atletas morreram e outros três ficaram feridos no incêndio que atingiu os dormitórios dos atletas da base.

Publicidade

Três dias após o caso do Ninho do Urubu, um novo incêndio deixou três pessoas feridas no alojamento do Bangu, no Campo dos Afonsos, na zona oeste do Rio. Dois jogadores da base e um soldado foram hospitalizados após o incidente. O clube usa as instalações da CDA (Comissão de Desportos da Aeronáutica).

*Estagiário do R7, sob supervisão de PH Rosa

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.