Esportes Willian rescinde com o Arsenal e acerta retorno ao Corinthians: 'Estou de volta'

Willian rescinde com o Arsenal e acerta retorno ao Corinthians: 'Estou de volta'

O Arsenal antecipou o Corinthians e confirmou que Willian deixou Londres e voltará ao Brasil para jogar no time que o revelou para o futebol. O clube londrino informou na tarde desta segunda-feira que chegou a um acordo mútuo para a rescisão de contrato com o meio-campista de 33 anos, que preferiu sair da equipe inglesa e aproveitar a "nova oportunidade" no Corinthians.

Willian tinha mais dois anos de contrato com o Arsenal, mas, "depois de discussões positivas e construtivas com ele", como ressaltou os ingleses, o atleta entrou em acordo com o clube de Londres para rescindir seu vínculo e ficar livrar para assinar com o Corinthians até 2023.

"Ele está de saída para uma nova oportunidade com o Corinthians no Brasil, onde começou sua carreira", disse o Arsenal, em trecho da nota em que confirma a saída do jogador brasileiro. "O encerramento do contrato está sujeito ao complemento de processos regulatórios", complementou o Arsenal. Ou seja, o brasileiro abriu mão dos salários que restavam em seu contrato para aceitar a proposta do Corinthians.

Minutos mais tarde, o Corinthians oficializou o retorno de Willian por meio de uma live com o presidente Duilio Monteiro Alves e o novo reforço. A ideia era fazer o anúncio na quarta-feira, dia do 111º aniversário do clube, mas, com a confirmação vinda do Arsenal, a diretoria corintiana não teve mais motivos para fazer suspense.

"Estou pronto. Estou aqui na expectativa de voltar e vestir essa camisa", afirmou Willian na conversa com o dirigente, que foi curta graças a problemas de conexão. "Quero agradecer a confiança e te desejar sucesso nessa nova passagem, e agradecer o esforço que fez para voltar para casa", disse Duilio.

O jogador respondeu que respeita "demais a torcida, o carinho que tem por mim", e avisou que chega a São Paulo na quarta-feira, dia 1º de setembro, aniversário do clube.

Criado na base corinthiana, Willian teve boa trajetória na Europa desde que se transferiu em 2007 para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia. Em 2013, fez parte de uma transferência envolvendo os russos do Anzhi Makhachkala, que o levou até Stamford Bridge, onde jogou pelo Chelsea por sete anos, com vários momentos de brilho que o fizeram chegar à seleção brasileira. No Arsenal, teve uma passagem discreta. Marcou apenas um gol em 38 jogos na temporada passada.

Willian é a quinta contratação para a temporada e chega com contrato válido até 2023. Ele se junta a Roger Guedes, Renato Augusto e Giuliano em um elenco que pode sonhar alto. Apesar da dívida de mais de R$ 1 bilhão, o presidente Duílio Monteiro Alves preferiu ir atrás de jogadores conhecidos, que possam mudar o patamar técnico da equipe.

Últimas