Esportes Vila Nova-GO goleia o Remo-PA por 5 a 1 e encaminha título brasileiro da Série C

Vila Nova-GO goleia o Remo-PA por 5 a 1 e encaminha título brasileiro da Série C

O Vila Nova-GO encaminhou o título do Campeonato Brasileiro da Série C, a terceira divisão nacional. Neste sábado, pela primeira partida da decisão, os goianos receberam o Remo-PA, no estádio OBA, em Goiânia, saíram perdendo e conseguiram a virada, alcançando a goleada por 5 a 1. Os finalistas já tinham garantido o acesso à Série B deste ano ao lado de Londrina-PR e Brusque-SC.

A partida de volta está prevista para o próximo sábado, às 17 horas, no estádio Mangueirão, em Belém. Com o revés, os paraenses precisam devolver a diferença de quatro gols para levar a disputa para os pênaltis ou aplicar uma goleada de cinco ou mais para ser campeão diretamente.

Curiosamente, ambos os times já conquistaram a Série C. Os goianos venceram em 1996 e 2015 e sonham com o que seria o primeiro tricampeonato da competição. O clube paraense, por outro lado, chegaram ao título em 2005.

Após não conseguir adiar o confronto, o Remo entrou em campo precisando superar um surto de covid-19 que atingiu, entre outros, 11 atletas e o técnico Paulo Bonamigo, que foi substituído pelo preparador físico Renan Capra. E até conseguiu, por um breve período. Tanto é que, aos nove minutos, Felipe Gedoz bateu escanteio na cabeça do zagueiro Gilberto Alemão, que abriu o placar.

A situação, porém, durou pouco. Willian Formiga, de letra, quase empatou, aos 11 minutos. A igualdade saiu, de fato, aos 24. Após escanteio, a bola sobrou limpa para Talles balançar as redes. A virada veio aos 36: Willian Formiga cruzou rasteiro da esquerda e Talles soltou a perna. A vitória foi encaminhada com linda cobrança de falta de Alan Mineiro, aos 46.

A etapa complementar começou com o Vila Nova pressionando, tentando a goleada que deixaria o título mais próximo. Demorou a chegar com perigo, mas, quando o fez, marcou. Aos 13 minutos, Pablo acionou Henan, que deu lindo toque por cobertura, "matando" qualquer possibilidade de defesa para o goleiro Vinícius.

Já aos 24 minutos, Pablo arriscou a pancada de longe. Bem posicionado, Henan colocou a cabeça, fez o desvio na entrada da área e aumentou a diferença para os goianos. A partir daí, os donos da casa não forçaram mais, trocando passes e diminuindo a intensidade do duelo. Ainda queimaram as últimas quatro alterações, mas não foram ameaçados.

Últimas