Esportes Vila Nova e Goiás não saem do zero em clássico goiano pela Série B

Vila Nova e Goiás não saem do zero em clássico goiano pela Série B

Num clássico com baixo nível técnico, Vila Nova e Goiás não saíram de um empate sem gols, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO), pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado da noite desta sexta-feira acabou não sendo bom para nenhum dos times.

O Vila Nova chegou ao quarto jogo sem vitória, com três derrotas e um empate. Campanha que inclusive resultou na demissão do técnico Wagner Lopes e obrigou Higo Magalhães assumir interinamente. O time, que subiu da Série C em 2020, é o 17.º colocado com seis pontos.

Já o Goiás perdeu a chance de encostar no líder Náutico e agora é o terceiro colocado com 12 pontos porque foi ultrapassado pelo Coritiba, que nesta sexta-feira venceu o Guarani, por 2 a 0, em Campinas.

Os rivais goianos fizeram um primeiro tempo de muito toque de bola e pouquíssimas finalizações. Aliás, a primeira metade do clássico goiano teve apenas uma finalização ao gol. Aos 28 minutos, Rafael Donato aproveitou cobrança de falta e acertou a trave de Tadeu.

O gramado também acabou jogando contra os times, sendo que diversos pontos estavam cheios de areia e atrapalharam a trajetória da bola. Assim, o jeito foi apostar nas bolas aéreas para tentar algo a mais em campo.

O segundo tempo foi um pouco melhor tecnicamente. Logo aos sete minutos, Hugo recebeu na esquerda, cruzou na área e o goleiro Georgemy dividiu com Bruno Mezenga. Na sequência, Breno finalizou de carrinho e acertou o travessão. Mas posteriormente a arbitragem marcou impedimento no lance.

Mas o Vila Nova respondeu à altura e também quase abriu o marcador. Aos 23, Pedro Júnior dominou, girou sobre a marcação e ficou cara a cara com Tadeu. O atacante finalizou forte, mas em cima do goleiro Tadeu, que mandou para a linha de fundo. A melhor chance dos anfitriões.

Com o passar do tempo, os times adotaram a cautela em campo e não se expuseram. Razão pelo qual o clássico voltou a ficar feio tecnicamente e com o empate sem gols sendo o resultado mais justo pelo o que foi apresentado.

O Vila Nova volta a campo já na próxima segunda-feira, quando visitará o Operário, às 18 horas, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. O Goiás enfrentará o Vasco na quarta-feira, às 19 horas, no Serrinha, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 0 X 0 GOIÁS

VILA NOVA - Georgemy; Pedro Bambu (Johynatan Cardoso), Renato Silveira, Rafael Donato, Walisson Maia e William Formiga; Deivid, Arthur Rezende (Éder) e Cássio Gabriel (Alan Grafite); Pedro Júnior (Alesson) e Kelvin (Renan Mota). Técnico: Higo Magalhães (interino).

GOIÁS - Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo e Hugo; Breno, Caio (Iago Mendonça) e Elvis (Albano); Luan Dias (Dadá Belmonte), Bruno Mezenga (Everton Brito) e Alef Manga (Miguel Figueira). Técnico: Pintado.

ÁRBITRO - Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES).

CARTÕES AMARELOS - Rafael Donato, Arthur Rezende e Pedro Júnior (Vila Nova); Reynaldo e Caio (Goiás). RENDA E PÚBLICO Portões fechados.

LOCAL - Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia (GO).

Últimas