Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Verstappen rebate Hamilton e acirra rivalidade na F-1: 'Talvez esteja com inveja'

As polêmicas declarações de Lewis Hamilton sobre o bom momento de Max Verstappen na Red Bull não passaram em branco pelo piloto holandês...

|

As polêmicas declarações de Lewis Hamilton sobre o bom momento de Max Verstappen na Red Bull não passaram em branco pelo piloto holandês. Após perder a pole position para o espanhol Carlos Sainz Jr., da Ferrari, por 0s13, neste sábado, no GP da Itália, o holandês resolveu alfinetar o heptacampeão da Fórmula 1, com quem protagonizou uma grande rivalidade em 2021.

"Talvez ele (Hamilton) esteja com um pouco de inveja do meu sucesso atual, mas não estou nem um pouco preocupado com isso. Ele pode pensar que está ganhando algo com essas declarações ou que tem algo a defender, mas isso não importa para mim. Deve ser muito difícil para eles (Mercedes) lidar com as derrotas. É um problema quando se vence por tantos anos, claro", disse Verstappen.

O holandês deu um conselho ao rival. "Você também precisa ser realista: se não está chegando lá, deve ser capaz de apreciar o que as outras equipes estão conquistando. Foi o que nós fizemos nos anos em que a Mercedes dominou. Nós falávamos para nós mesmos: 'Temos que trabalhar mais' porque ainda não éramos bons o suficiente naquela época. Então você pode continuar dizendo por aí o que nós fazemos não é tão especial, mas é só trabalhar em si mesmo", afirmou.

Em entrevista para a Sky Sports, Hamilton afirmou não estar impressionado com o sucesso do holandês na Fórmula 1. O britânico ainda contestou o nível dos companheiros de equipe de Vestappen, que está muito perto de conquistar o tricampeonato mundial de pilotos. "Na minha opinião, Valtteri e, na verdade, todos os meus colegas de equipe, foram mais fortes que os que Max já teve. Jenson (Button), Fernando (Alonso), George (Russell), Valtteri, Nico (Rosberg). Esses caras foram todos muito consistentes. Max não competiu contra ninguém assim", disse.

Publicidade

Verstappen chegou na Red Bull um ano depois da saída de Sebastian Vettel. Neste período, ele teve como companheiro de equipe Daniel Ricciardo, Pierre Gasly, Alexander Albon, além do mexicano Sergio Pérez, com quem divide o grid neste ano pela terceira temporada seguida.

Verstappen e Hamilton voltam às pistas neste domingo, às 10h (horário de Brasília), no GP da Itália. O holandês largará em segundo, atrás de Carlos Sainz. Hamilton é apenas o oitavo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.