Esportes Verstappen minimiza vantagem, mas diz sonhar com nº 1 em carro se for campeão

Verstappen minimiza vantagem, mas diz sonhar com nº 1 em carro se for campeão

Com 19 pontos de vantagem na liderança do Mundial de Fórmula 1, Max Verstappen evita falar sobre suas chances de título. Mas, nesta quinta-feira, o piloto holandês admitiu no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, que aproveitaria o direito de usar o número 1 em seu carro na próxima temporada se for campeão neste ano.

"Usaria, com certeza (a numeração). Quantas vezes você vai ter a oportunidade de pilotar com o número 1 em seu carro?", afirmou o piloto da Red Bull. "Além disso, é bom para o marketing. Então, esta é uma decisão inteligente", declarou. Pelas regras da F-1, apenas o campeão tem o direito de usar o número 1 em seu carro na temporada seguinte ao título.

Apesar de esbanjar confiança, Verstappen sustenta discurso de cautela para o GP de São Paulo, no fim de semana. "Estou muito focado. Temos ainda quatro corridas pela frente. Muita coisa pode acontecer. Estamos bem neste momento, mas sabemos que tudo pode mudar rapidamente. Já tive uma vantagem maior na liderança, que desapareceu em apenas duas corridas. Então, preciso dar o meu máximo para vencer a corrida deste domingo."

Talento precoce da Fórmula 1, o piloto de 24 anos já tem bagagem de um veterano na categoria. Neste ano, soma nove vitórias, 14 pódios e nove pole positions. Com este rendimento, faz sua melhor temporada da carreira na competição. "De forma geral, acho que está tudo muito bom. Claro que nunca estou feliz e sempre vou tentar melhorar. Mas não posso reclamar da temporada até agora."

Pela terceira e última vez na temporada, Verstappen e os demais pilotos vão ter a chance neste fim de semana de somar pontos extras no campeonato. Isso porque o GP brasileiro terá o sprint race, minicorrida marcada para sábado, com distribuição de três pontos para o vencedor.

Curiosamente, nas duas etapas anteriores que contaram com o novo formato para definição do grid de largada para domingo, Verstappen acabou colidindo com o rival Lewis Hamilton. Para o piloto da Red Bull, trata-se apenas de uma coincidência.

"Acho que foi apenas um infortúnio de acontecer nos dois eventos que tiveram sprint. Na primeira, simplesmente aconteceu, e na segunda foi por uma largada ruim e um pit-stop lento, que te coloca nestas situações", afirmou.

Os pilotos vão para a pista pela primeira vez neste fim de semana às 12h30 desta sexta-feira para o primeiro treino livre do GP. Às 16h terá início o treino classificatório para o sprint race. No sábado, o segundo treino livre vai começar ao meio-dia. E o sprint race, às 16h30, com duração de 30 minutos. A corrida, no domingo, terá largada às 14 horas.

Últimas