Esportes Vasco faz pré-acordo com empresa americana para também virar Sociedade Anônima

Vasco faz pré-acordo com empresa americana para também virar Sociedade Anônima

O Vasco fechou um pré-acordo com a empresa de investimentos americana 777 Partners para a criação e aquisição da Vasco SAF em uma negociação de R$ 700 milhões por 70% das ações. O presidente do clube carioca, Jorge Salgado, tinha viajado ao exterior na última semana para tratar de conversas já avançadas envolvendo empresas interessadas na compra.

A diretoria do Vasco vem estudando nos últimos meses a adoção do modelo de Sociedade Anônima do Futebol e ainda está em estágios iniciais do processo. O clube ainda passará pela due diligence (análise detalhada) das contas e precisará de aprovação tanto do Conselho Deliberativo quanto da Assembleia Geral dos Sócios. Aprovado em todas as fases, o acordo passa a valer. A dívida do clube atualmente gira em torno de R$ 700 milhões.

A 777 Partners é uma empresa de investimentos de Miami, nos Estados Unidos, fundada em 2015 por Steven Pasko e Josh Wander, e está envolvida em diferentes setores econômicos da sociedade, da aviação ao entretenimento. Recentemente, passou a investir também no futebol. Em setembro do ano passado, virou sócia majoritária do Genoa e tem investido em contratações para tirar o time da penúltima posição do Campeonato Italiano. Em 2018, já havia adquirido uma parte minoritária das ações do Sevilla, da Espanha.

A empresa conta ainda com participações na 1190 Sports, companhia responsável por comercializar os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro para o mercado estrangeiro. Além disso, investe na Fanatiz, um serviço de streaming que exibe especialmente o futebol para o público dos Estados Unidos.

O Vasco novamente voltará a disputar a Série B do Brasileiro neste ano após fracassar na tentativa de volta à elite na temporada passada. A equipe do técnico Zé Ricardo está na segunda posição do Campeonato Carioca, com 19 pontos, e tem clássico com o líder Fluminense, no sábado, às 17h. Em princípio, o Vasco é avaliado em R$ 1,7 bi.

Últimas