Esportes Tiger Woods é operado pela quinta vez nas costas e fica mais longe da Olimpíada

Tiger Woods é operado pela quinta vez nas costas e fica mais longe da Olimpíada

O golfista americano Tiger Woods, de 45 anos, anunciou nesta quarta-feira em suas redes sociais que passou recentemente pela quinta cirurgia nas costas e por isso só vai voltar a jogar em abril, no Masters de Augusta, nos Estados Unidos. Com a nova operação, dificilmente vai conseguir pontos suficientes para vencer a forte disputa interna pelas vagas dos Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, em julho, no Japão.

"Tiger passou recentemente por um procedimento de microdiscectomia para remover um fragmento de disco pressurizado que estava beliscando seu nervo depois de sentir desconforto após o Campeonato PNC (Desafio Pai e Filho, em inglês). Seus médicos e sua equipe afirmaram que o procedimento foi um sucesso e esperam que ele tenha uma recuperação completa", afirmou o comunicado divulgado pelo golfista no Twitter.

Segundo maior vencedor de torneios Major da história com 15 títulos, Tiger Woods sofre com problemas nas costas desde 2015. As lesões o tiraram dos Jogos do Rio-2016, quando o golfe voltou a fazer parte do programa olímpico depois de décadas de ausência. O americano voltou ao circuito profissional em 2019 ao vencer o Masters e vislumbrava fazer a sua estreia em Olimpíadas.

Os Estados Unidos só podem levar até quatro golfistas para Tóquio-2020 e se classificam os melhores do ranking olímpico de 21 de junho. Bryson DeChambeau hoje fecha o quarteto americano na sexta posição, enquanto que Tiger Woods é apenas o 44.º colocado. "Estou ansioso para começar a treinar e estou focado em voltar ao Circuito Mundial", disse o golfista.

Últimas