Esportes Tenistas ficarão em "bolha" antes do Aberto da Austrália, não em quarentena

Tenistas ficarão em "bolha" antes do Aberto da Austrália, não em quarentena

TENIS-ABERTO-AUSTRALIA:Tenistas ficarão em "bolha" antes do Aberto da Austrália, não em quarentena

Reuters - Esportes

Por Ian Ransom

MELBOURNE (Reuters) - Os organizadores do Aberto da Austrália estão planejando instalar os tenistas em uma bolha biossegura durante duas semanas antes do Grand Slam do ano que vem, ao invés de sujeitá-los ao rígido regime de quarentena do país em um hotel, disse o chefe do torneio, Craig Tiley, nesta quinta-feira.

Jogadores, técnicos e autoridades tiveram que passar 14 dias em quarentena em hotéis depois de chegarem à Austrália para a competição em fevereiro deste ano devido às restrições da Covid-19, mas a maioria teve permissão de treinar em quadras fechadas durante até cinco horas por dia.

"Há muito tempo entre agora e quando começarmos, mas neste momento estamos planejando ter uma bolha de duas semanas, na qual os jogadores poderão circular livremente entre o hotel e as quadras", disse Tiley em um evento da Nine Network.

"Eles ficam protegidos, são mantidos em segurança entre si e protegidos da comunidade também."

"E após estas duas semanas, eles sairão e poderão competir no Aberto da Austrália diante das plateias", disse.

"Estamos trabalhando com o governo e as autoridades de saúde agora no tamanho das plateias e no aspecto específico do Aberto da Austrália."

Cerca de 70% dos participantes do primeiro Grand Slam do ano, realizado no Melbourne Park, não puderam sair de seus quartos de hotel durante todo o período de isolamento de janeiro por terem sido considerados contatos próximos de casos positivos de voos para a Austrália.

Alguns se queixaram amargamente das condições, o que causou uma reação negativa de moradores de Melbourne, que foram submetidos a um dos lockdowns mais rigorosos do mundo durante quase quatro meses em 2020.

Últimas