Esportes Técnico garante que Kawhi Leonard voltará com físico 'fenomenal' após pausa

Técnico garante que Kawhi Leonard voltará com físico 'fenomenal' após pausa

Doc Rivers, técnico do Los Angeles Clippers, diz não saber de que maneira a NBA vai dar continuidade ao restante da temporada regular, mas ele tem certeza de que Kawhi Leonard estará em forma 'fenomenal' se tiverem os playoffs da liga.

Enquanto o time tenta se manter preparado durante o tempo indefinido, com a temporada paralisada devido à pandemia do novo coronavírus, o astro dos Clippers está capaz de fazer algo que antes não estava na pré-temporada, quando seu corpo estava se recuperando de lesões e uma longa caminhada que culminou no título do Toronto Raptors, segundo Rivers.

"Eu conheço o excesso de trabalho de Kawhi. Eu posso te garantir isso", disse o treinador dando risada durante videoconferência durante a semana. "E a diferença é que, durante a pós-temporada, Kawhi não pôde trabalhar, você sabe, então agora ele teve essa pausa e ele está apto a treinar."

"O Kawhi que nós vamos ver estará em uma forma fenomenal. PG (Paul George) é outro cara que estará em uma forma fenomenal", exaltou Rivers, referindo-se aos seus dois principais jogadores.

Quando a temporada da NBA foi suspensa no dia 11 de março, depois que Rudy Gobert, do Utah Jazz, testou positivo para a covid-19, os Clippers (com campanha de 44 vitórias e 20 derrotas) tinham vencido sete dos seus últimos oito compromissos.

Depois de analisar todas os altos e baixos esse intervalo forçado, Rivers disse que acredita que sua equipe está à beira de uma grande sequência, pois finalmente está saudável e desenvolvendo química. "Nós estamos muito bem", destacou o técnico após estudar a temporada. "O que eu sei de verdade foram os últimos dez jogos, nós estávamos nos tornando os Clippers. Você pode literalmente sentir isso."

"Nós começamos a nos entender uns aos outros. Nós estávamos jogando perfeitamente através de Kawhi e PG. Não estava mais forçado. Os caras não estavam tentando ficar fora do caminho um do outro. Você podia sentir o ritmo. Mesmo a derrota para os Lakers (dia 8 de março), onde nós, na minha opinião, jogamos terrivelmente, e foi um dos nossos jogos step-back (seguidos)... Nós ainda tivemos a chance, e foi o nosso jogo-D, sabe?", disse o comandante.

Últimas