Esportes Técnico da Ponte Preta mantém sonho do acesso e projeta jogo contra a Chapecoense

Técnico da Ponte Preta mantém sonho do acesso e projeta jogo contra a Chapecoense

A vitória sobre o Náutico, por 2 a 0, no último domingo, em Campinas, manteve a Ponte Preta na briga pelo acesso à elite do futebol brasileiro. Faltando três rodadas para o fim da Série B, a diferença para o G4 é de quatro pontos.

O técnico Fábio Moreno acredita que a Ponte ainda está viva na competição, mas revelou ter cobrado os jogadores nos vestiários por conta das chances desperdiçadas ao longo do jogo contra o Náutico. O placar poderia ter sido ainda mais elástico.

"A gente ainda segue com chances, isso é muito importante. A gente diminuiu a distância. Ao decorrer das rodadas, a coisa vai ficando cada vez mais apertada. A gente tem pouco espaço para erro, por isso que a cobrança foi dura nesse sentido após a partida, porque a gente não pode perder tantos gols", disse o treinador.

Para continuar na briga por uma vaga no G4, a Ponte Preta volta a campo na tarde de quinta-feira, contra a vice-líder Chapecoense, na Arena Condá, pela 36.ª rodada. Fábio Moreno espera um jogo complicado, mas adotou um tom otimista.

"Tem a Chapecoense que disputa título, que com certeza quer esse título, então a gente precisa estar muito bem atento, muito bem focado, para que esses erros não se repitam e a gente continue buscando. Se a gente for para Chapecó com essa disposição e essa qualidade, a gente vai dar mais um passo em cima do nosso objetivo. Eu acho que é isso que vai acontecer", finalizou Moreno.

Depois da Chapecoense, a Ponte ainda terá pela frente CRB (casa) e Figueirense (fora). O time está na sexta colocação, com 51 pontos, quatro a menos que o quarto colocado Juventude.

Últimas