Esportes Surpreendido com demissão, Paulo Baier agradece Criciúma: 'Consciência tranquila'

Surpreendido com demissão, Paulo Baier agradece Criciúma: 'Consciência tranquila'

Depois de ficar no empate sem gols no jogo de estreia da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C diante do Paysandu, o Criciúma teve uma segunda-feira agitada com a demissão do técnico Paulo Baier. Surpreendido com a decisão da diretoria, o treinador divulgou um vídeo nas redes sociais na qual agradeceu a torcida e disse que está com a consciência tranquila por ter feito seu melhor à frente da equipe.

"Eu queria fazer um agradecimento ao torcedor do Criciúma, que confiou em mim e no meu trabalho. Saio do Criciúma com a consciência tranquila de ter feito o meu melhor. Estou na torcida que dê tudo certo", disse Paulo Baier.

Contratado no início do mês de meia, Paulo Baier comandou o Criciúma em 23 oportunidades com um retrospecto de 10 vitórias, seis empates e sete derrotas. Na Série C, apesar da classificação para a segunda fase, a equipe vinha de resultados irregulares no final da primeira etapa e avançou com a quarta e última vaga do Grupo B.

Além do técnico, o auxiliar Luciano Almeida e o preparador físico Rafael Andrade também foram desligados. Agora, a diretoria do Criciúma corre contra o tempo para contratar um novo comandante. A equipe volta a campo no próximo domingo, quando visita o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), às 16 horas.

CARREIRA - Nas outras três passagens pelo Criciúma, Paulo Baier ainda atuava como jogador. Entre 1997 e 1998, de 2002 a 2003 e, depois, em 2014, quando disputou a Série A do Brasileiro. Em 2002, inclusive, conquistou o título do Brasileiro da Série B com a camisa do time catarinense.

Como jogador, além do Criciúma, Paulo Baier defendeu São Luiz-RS, Atlético-MG, Botafogo, América-MG, Pelotas-RS, Goiás, Palmeiras, Sport, Athletico-PR e Juventude.

Últimas