Esportes Substituto de Soteldo no Santos, Sandry se inspira em ídolo Renato

Substituto de Soteldo no Santos, Sandry se inspira em ídolo Renato

Perder o venezuelano Soteldo na véspera das quartas de final da Copa Libertadores, diante do Grêmio, podia trazer enorme prejuízo ao Santos. Mas a aposta certeira de Cuca em Sandry foi premiada com bela apresentação em Porto Alegre. O volante/meia foi o melhor em campo graças aos "conselhos do técnico" e revelou que se inspira no ex-jogador Renato.

Cuca tinha outras opções à frente de Sandry para escalar o time em Porto Alegre. Jean Mota e Arthur Gomes poderiam ser o "falso" meia-armador. Mas o volante foi o escolhido para o primeiro jogo como titular e não decepcionou. Mesmo atuando 11 vezes nos últimos 13 jogos, Sandry jamais havia iniciado uma partida. Entrou e deu conta do recado.

"Eu sabia do tamanho desse jogo. Quartas de final de Libertadores é uma decisão importante demais e fiquei muito feliz com a oportunidade que o professor Cuca me deu", afirmou Sandry, prata da casa santista. "Sobre ganhar sequência como titular ou não, confesso que não fico pensando muito nisso e quero ajudar da melhor forma possível sempre que for solicitado."

Como Soteldo novamente será desfalque no jogo de volta com os gaúchos, Sandry deve ser preservado diante do Flamengo, no Maracanã, justamente para estar descansado diante do Grêmio. Para não entrar em campo em "desvantagem física", Cuca vai imitar Renato Gaúcho e poupar os titulares no Brasileirão.

Sandry, há tempos vem se preparando para essa oportunidade. Sempre observando o ex-ídolo da torcida Renato, hoje coordenador técnico do Santos. O volante aposentado sempre foi sua inspiração, seu espelho.

"Sempre me inspirei no Renato. Cheguei no Santos FC em 2013 e assistia muitos jogos na Vila, então pude ver de perto ele jogando", revelou. "Da mesma posição que a minha e com as mesmas características. E é uma honra ver o Renato aqui todos os dias com a gente. Ele ainda conversa bastante comigo também, sempre dá dicas", admitiu o jovem de 18 anos.

Além de Renato, Sandry agradece as dicas de Cuca, que vem preparando-o no Santos já faz bastante tempo. "O professor Cuca veio conversar comigo assim que chegou no clube, em agosto. Disse que eu tinha muita qualidade no passe, mas que precisava aprimorar a minha marcação", disse.

O garoto garante que vai obedecer tudo o que o chefe pedir para ajudar a levar o time às semifinais. "Ele atuava no meio quando era jogador e entende bastante da posição. Procurei assimilar todos os conselhos e busquei melhorar nos treinos. Agora é colocar em prática dentro de campo para seguir ajudando."

Últimas