Esportes Sem sustos, Nadal ganha na estreia e avança à 2ª rodada do Aberto da Austrália

Sem sustos, Nadal ganha na estreia e avança à 2ª rodada do Aberto da Austrália

Fora da disputa da ATP Cup na semana passada por causa de dores nas costas que sofria há mais de 15 dias, o tenista espanhol Rafael Nadal fez a sua estreia na Austrália nesta terça-feira. Sem passar por qualquer susto, o atual número 2 do mundo começou o Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam da temporada, vencendo o sérvio Laslo Djere por 3 sets a 0 - com parciais de 6/3, 6/4 e 6/1, em 1 hora e 52 minutos.

Em Melbourne, Nadal pode não apenas se isolar como o maior vencedor de Grand Slams de todos os tempos entre os homens, deixando para trás o suíço Roger Federer, mas também pode se tornar apenas o primeiro na Era Aberta e o terceiro na história a conseguir levantar pelo menos duas taças em cada um dos Slams. Até então apenas os australianos Roy Emerson e Rod Laver conseguiram este feito.

O adversário da estreia não poderia ser melhor para Nadal, que ainda não havia feito uma partida oficial neste início de temporada. Djere também tem um péssimo histórico em quadras duras e agora soma 29 derrotas e apenas sete vitórias neste tipo de piso. E segue sem triunfar em Melbourne, amargando a sua quarta queda na estreia do Aberto da Austrália.

Na segunda rodada, Nadal jogará contra o americano Michael Mmoh, que saiu do qualifying e venceu o sérvio Viktor Troicki, outro que passou pelo qualificatório - disputado em janeiro em Doha, no Catar -, por 3 sets a 2 - com parciais de 7/6 (7/3), 6/7 (3/7), 3/6, 7/6 (7/3) e 7/5.

Quem continua em grande forma no circuito profissional é o russo Daniil Medvedev. Após ajudar seu país a vencer a ATP Cup, triunfando em todos os jogos de simples que fez, abriu sua campanha em Melbourne superando o canadense Vasek Pospisil por 3 sets a 0 - com parciais de 6/2, 6/2 e 6/4, em 1 hora e 42 minutos.

Esta foi a 15.ª vitória seguida de Medvedev, que além de abrir a temporada com quatro triunfos na ATP Cup, terminou 2020 com os títulos em sequência do Masters 1000 de Paris, na França, e do ATP Finals, em Londres. O seu próximo rival será o espanhol Roberto Carballes, que ganhou do húngaro Attila Balazs por 3 sets a 1 - parciais de 7/5, 3/6, 6/2 e 6/1.

OUTROS JOGOS - Dos cabeças de chave que estrearam em Melbourne nesta terça-feira, quatro foram eliminados precocemente. São os casos do espanhol Roberto Bautista Agut, 12.º pré-classificado, que caiu para o moldavo Radu Albot por 3 sets a 1 - parciais de 6/7 (1/7), 6/0, 6/4 e 7/6 (7/5) -, do belga David Goffin (13.º), batido pelo australiano Alexei Popyrin por 3 a 2 - parciais de 3/6, 6/4, 6/7 (4/7), 7/6 (8/6) e 6/3 -, do polonês Hubert Hurkacz (26.º), derrotado pelo sueco Mikael Ymer também por 3 a 2 - parciais de 3/6, 6/3, 3/6, 7/5 e 6/3 - e do britânico Daniel Evans (30.º), que perdeu o duelo local para Cameron Norrie por 3 a 1 (6/4, 4/6, 6/4 e 7/5).

Os pré-classificados que conseguiram avançar à segunda rodada foram o grego Stefanos Tsitsipas (5), o russo Karen Khachanov (19), o australiano Alex de Minaur (21), o croata Borna Coric (22), o norueguês Casper Ruud (24), o sérvio Filip Krajinovic (28) e os italianos Matteo Berrettini (9), Fabio Fognini (16) e Lorenzo Sonego (31).

Também venceram os americanos Mackenzie Mcdonald e Tommy Paul, o sul-africano Lloyd Harris, o uruguaio Pablo Cuevas, o lituano Ricardas Berankis, o italiano Salvatore Caruso, o checo Tomas Machac, o russo Roman Safiullin, os australianos Cristopher O'Connell e Thanasi Kokkinakis e os espanhóis Carlos Alcaraz, Pablo Andujar e Feliciano López.

Últimas