Esportes Sem margem para errar, São Paulo recebe Inter para manter liderança do Brasileiro

Sem margem para errar, São Paulo recebe Inter para manter liderança do Brasileiro

Sem margem para cometer mais erros depois de perder a "gordura" na liderança do Campeonato Brasileiro ao amargar uma sequência de três partidas sem vitória, o São Paulo faz o jogo mais importante dos últimos meses nesta quarta-feira. O time tricolor recebe o Internacional no Morumbi, no duelo que vale a primeira colocação da competição, pela 31ª rodada.

Depois de abrir sete pontos à frente do segundo colocado no Brasileirão, o São Paulo caiu de rendimento, vem de duas derrotas e um empate e viu a vantagem desabar para apenas um ponto em relação ao adversário desta quarta. A equipe do técnico Fernando Diniz é líder com 57 pontos e precisa voltar a triunfar para manter a ponta e amenizar o clima ruim.

Nos cálculos do matemático Tristão Garcia, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o São Paulo tem 43% de chances de ser campeão. Já o Inter viu as suas chances aumentarem para 27%.

Pressionado, Diniz tentou descartar o caráter de decisão do confronto no Morumbi. "Decisão tem sido todos os jogos no campeonato, você vai somando ponto para poder ser campeão. É assim que encaramos desde que começou. Mas não vai terminar o campeonato na quarta-feira, qualquer que seja o resultado", avaliou.

O fato é que a partida tem, sim, peso de decisão e é determinante para a equipe retomar a confiança na briga pelo título, tanto que o presidente Julio Casares e o coordenador de futebol, Muricy Ramalho, se reuniram com o elenco antes do treino de terça, que encerrou a preparação no CT da Barra Funda.

A intenção do bate-papo era dar apoio aos jogadores e comissão técnica após os resultados negativos, que vieram também com atuações ruins. Casares e Muricy estiveram ao lado diretores Raí, Carlos Belmonte e Chapecó.

Em busca da reação, o São Paulo deve ter a volta do atacante Luciano, que fez muita falta nos quatro últimos jogos em que não pode atuar devido a uma inflamação na perna esquerda. Sem a presença de seu vice-artilheiro na temporada, com 15 gols, o time não venceu nenhum desses quatro duelos. O atacante deve retornar para fazer a dupla goleadora com Brenner. Com isso, Tchê Tchê vai para o banco de reservas.

Os desfalques certos são o zagueiro Arboleda, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos, e o meio-campista Hernanes, que permanece em isolamento após testar positivo para a covid-19 no fim de semana. Léo e Diego Costa disputam a vaga na zaga. Juanfran, que saiu com dores no braço esquerdo contra o Athletico-PR, não deve ser problema.

Últimas