Esportes Sem brasileiros na disputa, Prêmio Laureus divulga lista dos concorrentes de 2021

Sem brasileiros na disputa, Prêmio Laureus divulga lista dos concorrentes de 2021

Sem qualquer atleta brasileiro ou time do País na disputa, a organização do Prêmio Laureus, o Oscar do esporte, anunciou nesta quarta-feira a lista dos finalistas de sua 22.ª edição. A divulgação dos vencedores de 2021 será feita em maio, em um evento virtual.

Os indicados pelo que fizeram no ano passado foram divididos em seis categorias: atleta masculino, atleta feminino, equipe do ano, revelação do ano, retorno do ano e esporte para o bem. Na lista estão figuras conhecidas como Robert Lewandowski, Naomi Osaka e LeBron James. Há também instituições como o Bayern de Munique e a Mercedes.

Para celebrar os melhores de 2020, o Laureus fará uma cerimônia à distância em razão da pandemia da covid-19. "Embora 2020 tenha sido muito diferente do normal para todos, o retorno de muitos eventos e competições esportivas do mundo provou ser uma inspiração para milhões de pessoas. O Laureus celebrará os esforços e realizações extraordinárias, dentro e fora do campo, quando a cerimônia de entrega do Prêmio Laureus World Sports voltar, com um formato adaptado, na primavera (no hemisfério norte)", divulgou a fundação que atua em mais de 160 programas esportivos em 40 países.

Segundo os organizadores, os troféus serão entregues individualmente para os vencedores em locais protegidos. No ano passado, a cerimônia (presencial) ocorreu em Berlim, capital da Alemanha, no mês de fevereiro. Há apenas dois brasileiros na lista da Academia Laureus: o capitão do penta, Cafu, e o bicampeão mundial de Fórmula 1, Emerson Fittipaldi.

"O Prêmio Laureus 2021 contará histórias inspiradoras de pessoas que trabalharam incansavelmente para combater a pandemia e destacará a defesa de esportistas que usaram suas posições de influência para fazer um impacto poderoso em questões e conflitos que transcendem o esporte", completou.

Confira a lista dos concorrentes de 2021:

ATLETA MASCULINO

Joshua Cheptegei (atletismo/Uganda)

Armand Duplantis (atletismo/Suécia)

Lewis Hamilton (automobilismo/Reino Unido)

LeBron James (basquete/Estados Unidos)

Robert Lewandowski (futebol/Polônia)

Rafael Nadal (tênis/Espanha)

ATLETA FEMININA

Anna van der Breggen (ciclismo/Holanda)

Federica Brignone (esqui/Itália)

Brigid Kosgei (atletismo/Quênia)

Naomi Osaka (tênis/Japão)

Wendie Renard (futebol/França)

Breanna Stewart (basquete/Estados Unidos)

EQUIPE DO ANO

Seleção argentina masculina de rúgbi

Bayern de Munique

Kansas City Chiefs

Liverpool

Los Angeles Lakers

Mercedes

REVELAÇÃO DO ANO

Ansu Fati (futebol/Espanha)

Patrick Mahomes (futebol americano/Estados Unidos)

Joan Mir (motovelocidade/Espanha)

Tadej Pogacar (ciclismo/Eslovênia)

Iga Swiatek (tênis/Polônia)

Dominic Thiem (tênis/Áustria)

RETORNO DO ANO

Daniel Bard (beisebol/Estados Unidos)

Kento Momota (badminton/Japão)

Alex Morgan (futebol/Estados Unidos)

Max Parrot (snowboard/Canadá)

Mikaela Shiffrin (esqui/Estados Unidos)

Alex Smith (futebol americano/Estados Unidos)

ESPORTE PARA O BEM

Boxgirls (boxe/Quênia)

Fundación Colombianitos (futebol e rúgbi/Colômbia)

KICKFORMORE (futebol/Alemanha)

Últimas