Esportes Seleção masculina terá o México pela frente na semi do Pré-Olímpico de basquete

Seleção masculina terá o México pela frente na semi do Pré-Olímpico de basquete

A seleção brasileira masculina de basquete já sabe quem terá pela frente para continuar sonhando com uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. A Alemanha bateu a Rússia por 69 a 67, nesta quinta-feira, e colocou o México no caminho do Brasil na semifinal do Pré-Olímpico de Split, da Croácia.

O jogo eliminatório será neste sábado, às 7h30 (de Brasília). O vencedor avança para decidir o título no domingo. Apenas o campeão do Pré-Olímpico garante vaga no torneio masculino de basquete da Olimpíada.

O México conquistou uma vitória (72 a 64 diante da Rússia) e sofreu uma derrota (82 a 76 para a Alemanha), ficando na segunda colocação do Grupo A. O Brasil venceu os dois jogos contra Tunísia (83 a 57) e Croácia (94 a 67) para ser o primeiro do B.

"Temos de entrar com a mesma energia que jogamos contra o Croácia. Eles (México) têm bons atiradores, foram muito bem no jogo com a Alemanha e na vitória sobre a Rússia. Será um jogo difícil, mas acreditamos no nosso time. Se jogarmos com a mesma energia e qualidade do último jogo, temos tudo para fazer a final", afirmou o ala Bruno Caboclo.

O destaque do México é Francisco "Paco" Cruz. Ele foi o maior pontuador da temporada 2020-2021 da Liga Turca, com média de 19,6 pontos pelo Afyonkarahisar. No Pré-Olímpico, o ala registra médias de 25,5 pontos, seis rebotes e cinco assistências após dois jogos.

Outro jogador que merece muita atenção do Brasil é o pivô Gustavo Ayon. O veterano de 36 anos ainda é capaz de provocar bastante estrago no garrafão. Ele registrou médias de 14,5 pontos e 11 rebotes nos jogos contra Alemanha e Rússia.

Últimas