Satisfeito, dirigente mostra otimismo com o Guarani para a Série B

O vice-campeonato do Troféu do Interior, definido com a derrota na final diante do Red Bull Bragantino, foi visto com satisfação pela diretoria do Guarani. Em entrevista coletiva, o superintendente executivo de futebol Michel Alves aprovou a campanha realizada pela equipe no Campeonato Paulista mesmo com o clube deixando escapar uma vaga nas quartas de final.

"Deixamos claro que nossa meta era fazer uma competição sólida e segura. O Guarani, em momento algum, passou risco de rebaixamento, sempre com atuações sólidas. Foram atuações que começaram a deixar uma marca e uma identidade para o torcedor. Buscou-se aquilo, que é a característica e é a cultura do Guarani. Então a gente entende que foi uma campanha muito boa. É uma campanha que nos dá uma perspectiva para o Campeonato Brasileiro da mesma maneira", falou.

Antes da pandemia, o Guarani já era dado como classificado para as quartas de final. No entanto, perdeu para Botafogo (2 a 0) e São Paulo (3 a 1), ficou com 16 pontos e viu o Corinthians ultrapassá-lo na tabela de classificação, com 17.

"É natural que, pelas partidas e pelas apresentações do elenco nos jogos, nós acreditávamos que poderíamos, dentro de uma situação, chegar à classificação. Enfim, não foi possível, mas chegamos à final do Troféu do Interior com apresentações dignas e à altura do clube. Estou satisfeito. O Guarani, no ano que vem, tem a Série A1 de novo para disputar", falou.

Após a eliminação trágica, o Guarani acabou dando a volta por cima no Troféu Interior, chegando até o vice-campeonato, perdendo para o Red Bull pelo placar de 1 a 0. O dirigente acredita que o clube encontrou uma identidade sob o comando do técnico Tiago Carpini.

"O Guarani tem uma identidade de jogo. O Guarani tem uma maneira de jogo. O Guarani mostrou ao seu torcedor uma forma de apresentações. Eu não tenho dúvidas de que grande parte dos jogos deu orgulho ao seu torcedor. Eu tenho certeza de que, mesmo não vindo o título, o torcedor ficou satisfeito e orgulhoso com a apresentação do Guarani no Campeonato Paulista de 2020, assim como toda a diretoria. Então isso é algo que nos deixa feliz. Eu sempre falo em perspectiva", explicou o dirigentes, antes de completar.

"O Guarani tem uma perspectiva muito boa para a Série B em função de tudo o que se criou no Campeonato Paulista. É uma situação atípica. Nós entendemos e estamos conscientes dessa responsabilidade e desse calendário. Será uma dificuldade", concluiu.

O Guarani fará sua estreia na Série B diante do CSA neste sábado, às 21 horas, no estádio Rei Pelé, em Maceió.