Esportes Rony aumenta em 15 vezes média de gols após chegada de Abel Ferreira ao Palmeiras

Rony aumenta em 15 vezes média de gols após chegada de Abel Ferreira ao Palmeiras

A chegada do técnico português Abel Ferreira transformou a temporada do atacante Rony no Palmeiras. O jogador trazido em fevereiro vive sob o comando do atual treinador um período muito mais produtivo em comparação ao antecessor, Vanderlei Luxemburgo. A média de gols marcados pelo camisa 11 aumentou 15 vezes de um ciclo para o outro. Rony, inclusive, foi decisivo na última terça-feira, ao marcar na vitória do time por 3 a 0 sobre o Libertad, do Paraguai, pela Copa Libertadores.

Desde a chegada do português o atacante disputou oito partidas e marcou cinco gols. A média é de 0,62 por partida. Já sob o comando de Luxemburgo, os números foram bem piores. Rony esteve em campo 25 vezes e só anotou um gol, diante do Bolívar. A média foi de somente 0,04. Os números do jogador começaram a melhorar durante a gestão interina de Andrey Lopes, auxiliar responsável por comandar o time antes da contratação de Abel. Em quatro jogos de Rony nesse período, foram dois gols.

"Estou muito feliz pelo momento, em ajudar meus companheiros dentro de campo. Nossa equipe é muito forte, competitiva, e está todo mundo de parabéns. Sem meus companheiros, eu não conseguiria", disse Rony em entrevista coletiva na última terça-feira à noite. A boa fase se contrapõe a um momento de desconfiança que o jogador enfrentou neste ano até conseguir marcar o primeiro gol.

Rony passou sete meses sem anotar pelo Palmeiras entre a chegada ao clube e o gol diante do Bolívar, pela Libertadores. Nesse período, o camisa 11 demonstrou bastante nervosismo em campo e admitia se cobrar bastante para poder render. Pelo menos agora as boas atuações têm aparecido justo no torneio mais importante do ano. Rony é o artilheiro do time na Libertadores com quatro gols ao lado de Willian e Luiz Adriano.

O atacante atribui o bom momento ao auxílio que recebeu do treinador português. "Está todo mundo confiante, todo mundo sabendo o que tem que fazer. O professor só passa o que a gente tem que fazer, tem que correr um pelo outro, ajudar. Todos estão empenhados, o professor facilita muito as coisas para nós", contou.

A chegada do novo técnico mudou também a posição de Rony dentro de campo. Antes escalado por Luxemburgo como ponta, agora o jogador tem atuado como centroavante. A nova forma de atuar do Palmeiras também ajudou. O estilo com mais triangulações e passes em diagonal tem contribuído para Rony aparecer mais e concluir a gol. Nesta temporada o camisa 11 soma 37 partidas, oito gols e sete assistências.

Protagonista da era Abel Ferreira, Rony tem recebido vários elogios do treinador. E o português garante que a equipe, assim como o atacante, ainda deve evoluir mais. "Quando você tem jogadores com mente aberta, coração quente e vontade de aprender, é tudo mais fácil. Mas não ganhamos nada, somos a mesma equipe que há um tempinho estavam criticando, vão me criticar também, acontece", disse o técnico.

Últimas