Esportes Renovação de Abel com o Palmeiras teve aval e participação da mulher do treinador

Renovação de Abel com o Palmeiras teve aval e participação da mulher do treinador

A renovação de Abel Ferreira com o Palmeiras por mais dois anos, até o fim de 2024, foi alinhavada pela mulher do treinador português, Ana Xavier. Segundo os jogadores, a prorrogação do vínculo só aconteceu porque ela deu o aval e, inclusive, participou das conversas com a diretoria.

O treinador assinou seu novo contrato neste sábado e, então, comunicou a decisão aos atletas, como prometera que faria. A renovação só foi anunciada pelo clube minutos depois de encerrada a semifinal contra o Red Bull Bragantino, vencida por 2 a 1 no Allianz Parque e que garantiu a equipe em sua terceira final seguida do Campeonato Paulista. O adversário na decisão será São Paulo ou Palmeiras, que duelam neste domingo.

"Ele deixou claro que quem decidiu a permanência dele foi a esposa. Foi ela que sentou com o advogado e a diretoria do Palmeiras e resolveu toda a burocracia para ele permanecer. A decisão foi dela", revelou o lateral Marcos Rocha. "O desejo dele sempre foi permanecer, mas ele sempre frisou que a família fazia muita falta".

Abel havia condicionado a permanência no Palmeiras à vinda de sua família ao Brasil. Agora, não sofrerá mais com a distância das filhas e da mulher, já que elas se mudarão de Penafiel, pequena cidade portuguesa, para São Paulo. "A gente agradece a Ana por essa decisão. Tenho certeza que foi uma decisão sábia. O Abel é feliz no Palmeiras. Tem o respeito de todos", afirmou Rocha.

"Ele vai poder trazer as filhas e a mulher para ficar perto dele. Espero que ele possa ficar um pouco mais calmo", brincou o atleta, antes de elogiar o seu comandante, dono de quatro troféus em 17 meses de Palmeiras e perto de disputar sua nona final com a equipe. "É um treinador muito especial que vamos levar para vida toda por tudo que construímos dentro do Palmeiras. Tem tempo pra fazer ainda mais história no Palmeiras", enalteceu o lateral.

Caso cumpra o novo contrato até o final, Abel se tornará também o técnico mais longevo na história do comando alviverde. O atual dono da marca é Brandão, com três anos e oito meses consecutivos entre novembro de 1971 e julho de 1975.

Últimas