Esportes Rebaixado à Série B e sem técnico, Botafogo recebe Grêmio por reta final honrosa

Rebaixado à Série B e sem técnico, Botafogo recebe Grêmio por reta final honrosa

O Brasileirão de 2020 foi o pior da história do Botafogo. Rebaixado com quatro jogos de antecedência, na lanterna, e com diversas trocas de comando, deu vexame e ainda precisa juntar forças para realizar mais quatro jogos. Sem Eduardo Barroca, mais um técnico demitido, a equipe recebe o Grêmio, às 20 horas desta segunda-feira, no Engenhão, em busca de uma reta final honrosa.

Com apenas uma vitória em 21 jogos seguidos e com um mísero ponto somado nos últimos 24 disputados, o Botafogo mais uma vez apostará em seus meninos para tentar findar as marcas negativas.

Serão oito pratas da casa em campo com a missão de evitar mais um vexame aos tantos somados em temporada de erros e decepções. Com 57 jogadores diferentes escalados, o Botafogo jamais engrenou e agora observa quem pode ser mantido para uma nova temporada. Muitos nomes devem sair, mas os meninos tentam provar que podem ajudar com quem chegará.

Com a saída de Eduardo Barroca e sua comissão técnica após a confirmação do rebaixamento, o auxiliar Lúcio Flávio será o responsável por dirigir a equipe. Num ano para se esquecer, até mesmo a fuga da última colocação está complicada. São quatro pontos de distância do Coritiba.

Sem tempo para dirigir o time, Lúcio Flávio deve repetir diante do Grêmio os 11 escalados na derrota diante do Sport, na sexta-feira, que decretou o fim do sonho em escapar da queda.

Últimas