Rafael Nadal vence Taylor Fritz com facilidade e conquista 3º título em Acapulco

Número 2 do mundo, Rafael Nadal confirmou o favoritismo ao vencer o norte-americano Taylor Fritz (35º do ranking mundial) por 6/3 e 6/2 na madrugada deste domingo (horário de Brasília) e conquistar o Torneio de Acapulco, no México. O espanhol fechou o torneio sem perder um set sequer.

"Não poderia estar mais feliz. Joguei muito bem do começo ao fim", analisou Nadal. "Acapulco foi o primeiro grande título que ganhei na minha carreira, então é incrível voltar a vencer aqui depois de 15 anos", disse o espanhol, que se tornou tricampeão do evento mexicano - além de 2005, também havia triunfado em 2013.

Nadal agora soma 20 títulos de Grand Slam e 85 de torneios da ATP na sua trajetória. Ele ostenta 20 vitórias e apenas duas derrotas no México. É o primeiro troféu que o espanhol levantou desde a conquista do US Open, em setembro do ano passado.

Em solo mexicano, Nadal foi soberano do começo ao fim. Antes de enfrentar Fritz, tinha perdido apenas 20 games em sua trajetória no torneio, no qual enfrentou adversários de diferentes níveis e características. Experientes, como o búlgaro Grigor Dimitrov, e mais jovens, caso do sérvio Miomir Kecmanovic.

Diante de Fritz, o número 2 do mundo se manteve consistente no fundo da quadra e acertou contragolpes que fizeram a diferença. Errou pouco, permitiu apenas uma quebra ao rival norte-americano, quando já havia aberto vantagem no segundo set, e fechou a partida com certa tranquilidade.

Havia incerteza sobre a performance de Nadal depois de ele ter se ausentado do circuito da ATP após o Aberto da Austrália, em que caiu nas quartas de final ao perder para o austríaco Dominic Thiem. Ele provou, com o desempenho dominante em Acapulco, que seu nível de tênis continua muito alto.

No entanto, Nadal terá que elevar ainda mais sua performance caso queira voltar ao topo do ranking, hoje ocupado pelo sérvio Novak Djokovic, que no sábado faturou o ATP de Dubai.