Esportes 'Quero ser exemplo para todos os jovens de Marrocos', diz surfista Ramzi Boukhiam

'Quero ser exemplo para todos os jovens de Marrocos', diz surfista Ramzi Boukhiam

Representante do continente africano nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, o surfista marroquino Ramzi Boukhiam vai marcar presença no Pré-Olímpico de El Salvador, em maio. No local, serão definidas as últimas cinco vagas no masculino e sete no feminino. Boukhiam não tem com o que se preocupar, mas quer competir para aumentar a visibilidade da bandeira que representa.

"Ter um marroquino na Olimpíada é muito importante para mim, para minha família e para o meu país. Estou muito feliz. Eu apenas quero ser um exemplo para todos os jovens de Marrocos que não têm a mesma oportunidade", contou o surfista em entrevista ao Estado. "Lá tem muitos talentos, assim como no Brasil", continuou.

Boukhiam avalia o surfe em seu país e diz que a modalidade está crescendo bastante. "Agora os marroquinos estão vendo que também têm potencial e investindo nisso", contou. Ele garantiu o seu lugar em Tóquio ainda no ano passado, quando disputou o ISA Games no Japão.

"Fui para o ISA e sabia que poderia me classificar, mas não fiquei pensando nisso. Eu fui me soltando... Como fala mesmo?", questionou o surfista, que fala português quase fluente. "Soltinho, não é? Fui me soltando aos poucos", afirmou, rindo.

O surfista explica que a ficha caiu apenas quando retornou ao seu país. "Estava todo mundo falando sobre a minha presença em Tóquio. Foi quando eu percebi o quanto era importante ter conquistado essa vaga olímpica", comentou.

No último domingo, Boukhiam desbancou os brasileiros e ergueu o troféu do Oi Hang Loose Pro Contest, etapa da divisão de acesso do Circuito Mundial em Fernando de Noronha. A vitória em terras brasileiras colocou o atleta na vice-liderança do ranking.

Últimas