Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti - Blogs
Publicidade

Também a Conference League de 2022/23 já está em plena ação

Nesta quinta-feira, o dia 14 de Julho, treze partidas inauguraram a temporada da terceira divisão da UEFA. Falta apenas a Europa League, que tem menos clubes e por isso, vai se iniciar em Agosto.

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

As taças da Europa, da Champions e da Conference League
As taças da Europa, da Champions e da Conference League As taças da Europa, da Champions e da Conference League

Logo que nasceu, em 1954, com a intenção de abrigar as suas 25 federações fundadoras, antes mesmo de idealizar uma disputa de seleções, a UEFA idealizou uma Copa de Clubes Campeões. Ocorreu na temporada de 1955/1956 e o Real Madrid conquistou o primeiro troféu. Um sucesso absoluto, tanto que, logo em 1960, ano da estreia da Euro de nações, a entidade inventou uma Copa das Copas, com os vencedores das nacionais de mata-matas.

Em 1954, a primeira assembléia da UEFA, presidida por Ebbe Schwartz
Em 1954, a primeira assembléia da UEFA, presidida por Ebbe Schwartz Em 1954, a primeira assembléia da UEFA, presidida por Ebbe Schwartz

Com o correr do tempo, a evolução tecnológica das comunicações e a multiplicação dos patrocinadores passaram a exigir a necessidade de se acolherem mais países e mais equipes. Em 1972 surgiu a Copa UEFA, uma espécie de segunda divisão com 53 times de 31 federações. E daí, a partir da década de 90, com o estilhaçamento da União Soviética e a extinção da “Cortina de Ferro” que caracterizava o lado comunista do universo, com as inevitáveis modificações geográficas que a Europa atravessou, a entidade precisou expandir seus torneios. Tanto que, em 2009, transformou a Copa UEFA em Europa League, ou EL, a Liga Europa. Nas versões de 2018/2019 e 2019/2020, a EL alcançou o absurdo de apresentar uma galáxia de fato estratosférica de 213 agremiações.

A primeira taça da Champions, em Paris, 1955
A primeira taça da Champions, em Paris, 1955 A primeira taça da Champions, em Paris, 1955

Obviamente, no percurso, também a Copa dos Campeões se alterou, se rebatizou e, em 1993, se tornou Champions League, ou ChL, a Liga dos Campeões, na qual, além dos melhores dos torneios nacionais, outras agremiações bem classificadas mereceram suas vagas. Daí, para determinar as vagas de cada país, em cada uma dessas competições, a UEFA implantou o critério do ranking fundamentado nas performances acumuladas de todos os clubes, de todas as suas afiliadas, nas cinco temporadas mais recentes. Hoje a entidade acolhe 55 federações e mais de 2.000 equipes efetivamente profissionais. A conseqüência, lógica e natural: a abertura, digamos, de uma terceira divisão. E assim, em 2021/22, paralelamente a um enxugamento radical da EL, despontou a terceira divisão da UEFA, a sua Conference League, ou CoL, ou a Liga Conferência.

O logo da Conference League
O logo da Conference League O logo da Conference League

Na Champions, com 76 agremiações, depois de uma fase rápida de combates de pré-eliminatórias, a edição 68 da História, ou a 31ª desde a sua re-denominação, celebrou o começo dos mata-matas qualificatórios nesta terça-feira, dia 12 e nesta quarta, 13 de Julho. Pelo menor volume de equipes, 57, apenas 20 graças ao ranking e 37 repescadas da ChL, a Europa League principiará mais tarde. No dia 18 a UEFA fará um sorteio dos duelos da sua primeira fase de mata-matas, programados para dia 4 e dia 11 de Agosto. Como a ChL, no entanto, também a Conference League já caminha em seu ritmo tradicional.

Publicidade
As 55 afiliadas da UEFA
As 55 afiliadas da UEFA As 55 afiliadas da UEFA

De 54 das 55 afiliadas da UEFA, houve 177 inscritos na CoL/2022/23. Ficaram de fora as agremiações da Rússia, penalizada por causa da sua agressão armada à Ucrânia. Com três etapas, a sua fase de pré-qualificação se iniciou em 7 de Julho com 30 pelejas. Puderam participar: as 14 ganhadoras das Copas nacionais das federações situadas do 42º ao 55º lugar no ranking; as 25 vices dos certames das afiliadas do 30º ao 55º posto; e os 21 terceiros desses mesmos torneios, porém das afiliadas do 29º ao 50º. Não entra nessa cota o Liechtenstein, 33º pois as sete equipes do Principado jogam na Suíça, não têm direito à ChL e à EL. De todo modo, o regulamento da CoL assegura a sua entrada na segunda das três etapas da pré-qualificação. Eis as 30 pelejas, com as sobreviventes em negrito:

O auditório em que a UEFA realiza cada sorteio
O auditório em que a UEFA realiza cada sorteio O auditório em que a UEFA realiza cada sorteio

AC d’Escaldes (AND) 1 X 2 Gzira United (MAL)

Publicidade

Akademija Pandev (MAC) 2 X 6 Lechia Gdansk (POL)

Ararat Yerevan (ARM) 2 X 4 Shkendija (MAC)

Publicidade

B36 (FAR) 3 X 3 Borac BL (BOS) – 4 X 3 nos penais

Breidablik (ISL) 5 X 1 Santa Coloma (AND)

Cliftonville (IRN) 1 X 6 Dunajská Streda (SVQ)

Crusaders (IRN) 4 X 3 Bruno’s Magpies (GIB)

Differdange 03 (LUX) 2 X 3 Olimpija Ljubljana (SVN)

Dila Gori (GEO) 0 X 2 KuPS (FIN)

Decik (MON) 2 X 3 Dinamo Minsk (BLR)

Drita (KOS) 3 X 1 Inter Turku (FIN)

Europa (GIB) 1 X 3 Vikingur (FAR)

Hamrun Spartans (MAL) 4 X 2 Alashkert (ARM)

Iskra (MON) 0 X 1 Laç (ALB)

Kauno Zalgiris (LIT) 0 X 2 Ruzomberok (SVQ)

KR (ISL) 2 X 4 Pogón Szczecin (POL)

Larne (IRN) 0 X 1 St. Joseph’s (GIB)

Liepaja (LET) 3 X 2 Gijlani (KOS)

Llapi (KOS) 2 X 4 Buducnost Podgorica (MON)

Milsami Orhei (ROM) 2 X 0 Panevezys (LIT)

Mura (SVN) 4 X 2 Sfintul Gheorgue (ROM)

Newtown (GAL) 2 X 2 HB (FAR) – 4 X 2 nos penais

Paide (EST) 4 X 4 Dinamo Tbilisi (GEO) – 6 X 5 nos penais

Partizani (ALB) 1 X 1 Saburtalo Tbilisi (GEO) – 4 X 5 nos penais

Petroclub Hincesti (ROM) 1 X 0 Floriana (MAL)

Riga (LET) 4 X 0 Derry City (IRL)

SJK (FIN) 4 X 3 Flora (EST)

Sligo Rovers (IRL) 2 X 2 Bala (GAL) – 4 X 3 nos penais

Tre Fiori (SAN) 4 X 1 Fola Esch (LUX)

Tuzia City (BOS) 8 X 0 Tre Penne (SAN)

O Vaduz, do Liechtenstein
O Vaduz, do Liechtenstein O Vaduz, do Liechtenstein

As 30 sobreviventes se agregarão a mais 76 agremiações: 16 repescadas da Champions League; as 21 ganhadoras das Copas das federações situadas do 21º ao 41º lugar no ranking (inclusive o Vaduz); as 14 vices dos certames das afiliadas situadas da 16º à 29º colocação; as 16 terceiras das federações entre a 13ª e a 28ª; os oito terceiros desses mesmos torneios, mas das afiliadas do 7º ao 15º, exceto a Rússia; e mais o quinto colocado do nacional de Portugal. Um sorteio no próximo dia 18 de Julho, realizado no audotório da UEFA, definirá os mata-matas subseqüentes, já previstos para 4 e 11 de Agosto.

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe sua opinião no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, seja cauteloso e seja solidário, use máscara, por favor. E fique com o abraço virtual do Sílvio Lancellotti! Obrigadíssimo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.