Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Silvio Lancellotti - Blogs
Publicidade

O Venezia desaba mas Thiago Motta evita a queda do Spezia

Mesmo com o 1 X 1 de Roma o time da Terra dos Canais amarga novo rebaixamento. E o treinador ítalo-brasileiro faz milagres e salva o seu clube da Ligúria das humilhações da segunda divisão.

Silvio Lancellotti|Do R7 e Sílvio Lancellotti

A celebração do Spezia na Dacia Arena de Ùdine
A celebração do Spezia na Dacia Arena de Ùdine A celebração do Spezia na Dacia Arena de Ùdine

Na expectativa das duas pelejas fundamentais pela disputa do título do Campeonato Italiano de 2021/2022, aquelas que domingo envolverão o Milan e a Inter, neste sábado, dia 14 de Maio, os fãs do Futebol da Bota testemunharam três partidas cruciais para a “salvezza” do rebaixamento à Série B. Eram seis as agremiações em perigo. Pela ordem de risco na classificação: o Venezia, o Genoa, o Cagliari, a Salernitana, o Spezia e a Sampdoria. Houve, no sábado, pelejas com três dessas equipes. Uma das três, do Spezia, já se salvou. E outra, do Venezia, se despediu da Série A. Eis as fichas e as sínteses das pugnas do dia 14:

Verde e Thiago Motta, do Spezia
Verde e Thiago Motta, do Spezia Verde e Thiago Motta, do Spezia

UDINESE (12º/44/37) 2 X 3 SPEZIA (15º/36/37)

Ùdine, Dacia Arena

Árbitro: Gianluca Aureliano

Publicidade

Gols: Molina, Mari X Verde, Gyasi, Maggiore

Primorosa a reação do Spezia do ítalo-brasileiro Thiago Motta que, aritmeticamente, se livrou do risco de queda à Série B. Atrás no placar aos 26’, gol de Molina, depois de uma confusão na sua grande área, correu atrás de uma vitória e a conseguiu, espetacularmente. Aos 35’ obteve o empate num lindo voleio de Verde. E nos acréscimos da etapa inicial alcançou os 2 X 1 graças a um par de dribles de Gyasi e a um torpedo que o arqueiro Silvestri não viu por onde o ultrapassou. Melhor, chegaria aos 3 X 1 logo no início do segundo tempo, um cruzamento de Verde a Maggiore. E faria 4 X 1, aos 90’, se Manaj não perdesse um penal de Perez em Kovalenko – mandou por cima do travessão. O outro tento da Udinese, testada de Mari num alçamento de Deulofeu, ocorreu no último lance do jogo.

Publicidade
O lindo gol de bicicleta de Bonazzoli, da Salernitana
O lindo gol de bicicleta de Bonazzoli, da Salernitana O lindo gol de bicicleta de Bonazzoli, da Salernitana

EMPOLI (14º/38/37) 1 X 1 SALERNITANA (17º/31/37)

Empoli, Stadio Carlo Castellani

Publicidade

Árbitro: Dàvide Massa

Gols: Cutrone X Bonazzoli

Os torcedores da Salernitana jamais se esquecerão de dois nomes: Guiglielmo Vicario, arqueiro do Empoli, e Diego Perotti, o seu armador proveniente da Argentina. Depois que o hospedeiro dirigido por Andrea Andreazzoli abriu o marcador aos 31’ num petardo em diagonal de Cutrone, a visitante de Dàvide Nicola não cessou de pressionar em busca do empate e Vicario defendeu absolutamente tudo. Ou, quase tudo pois, aos 76’ foi impossível intervir numa vera bicicleta de Bonazzoli. Quanto a Perotti, entrou em ação aos 80’ com a incumbência de tentar um tiro de bola parada, sua especialidade, em alguma infração favorável à Salernitana. Melhor, aos 84 a visitante ganhou a chance num penal. Perotti bateu forte, mas Vicario espalmou. E a Salernitana perdeu a chance de se livrar, já, da desdita do rebaixamento. Agora depende dos jogos do Cagliari e do Genoa, neste domingo, contra a Inter e contra o Napoli. Bastante viável que se safe da tristeza, todavia.

Um resultado inútil para as duas agremiações
Um resultado inútil para as duas agremiações Um resultado inútil para as duas agremiações

ROMA (6º/60/37) 1 X 1 VENEZIA (20º/26/37)

Roma, Stadio Olimpico

Árbitro: Simone Sozza

Gols: Shomurodov X Okereke

No último dos prélios do sábado, obviamente o elenco do Venezia deveria pisar o campo do Olímpico desalentado pela convicção matemática do retorno à Série B. Deveria. No entanto, imediatamente, no primeiro lance da partida, Aramu cruzou e Okereke registrou de cabeça, 1 X 0. E o desânimo desabou sobre a “Loba”. Para o alívio de José Mourinho, o seu treinador, aos 32’, numa jogada distante da bola, Kiyine acertou um bicão em Pellegrini e acabou expulso. Seria complicado para o time de Andrea Soncin resistir com dez ao ímpeto da dona da casa. Com a mente depositada na decisão da Conference League no próximo dia 25 de Maio, a Roma demorou a se acertar. O gol do 1 X 1 ocorreu aos 76’ quando Shomurudov, de calcanhar, tocou a Pellegrini que bateu contra o corpo de Maenpaa, o arqueiro do Venezia. Na sobra, Shomurodov fulminou, da marca do pênalti. Um resultado inútil para o Venezia e um resultado péssimo para a “Loba”, que até pode ser ultrapassada pela Fiorentina e pela Atalanta e terminar o Campeonato sem vaga nas Copas da UEFA.

VERONA (9º/52/37) 0 X 1 TORINO (10º/50/37)

Verona, Stadio Marcantonio Bentegodi

Árbitro: Giacomo Campione

Gol: Brekalo

Dia 15 de Maio, domingo:

MILAN (1º/80/36) X ATALANTA (8º/59/36)

Milão, Stadio di San Siro

Árbitro: Daniele Orsato

Ivan Gazidis, cartola do Milan, agradece ao milhão de presentes no San Siro
Ivan Gazidis, cartola do Milan, agradece ao milhão de presentes no San Siro Ivan Gazidis, cartola do Milan, agradece ao milhão de presentes no San Siro

CAGLIARI (18º/29/36) X INTER (2º/78/36)

Càgliari, Stadio Unipol Domus

Árbitro: Daniele Doveri

NAPOLI (3º/73/36) X GENOA (19º/28/36)

Nápoles, Stadio Diego Armando Maradona

Árbitro: Michael Fabbri

BOLOGNA (13º/43/36) X SASSUOLO (11º/47/35)

Bolonha, Stadio Renato Dall’Ara

Árbitro: Dàvide Ghersini

Dia 16 de Maio, segunda-feira:

JUVENTUS (4º/69/36) X LAZIO (5º/62/36)

Turim, Allianz Stadium

Árbitro: Giovanni Ayroldi

Juventus, a nova camisa a ser vestida pelo time no cotejo contra a Lazio
Juventus, a nova camisa a ser vestida pelo time no cotejo contra a Lazio Juventus, a nova camisa a ser vestida pelo time no cotejo contra a Lazio

SAMPDORIA (15º/33/36) X FIORENTINA (7º/59/36)

Genoa, Stadio Luigi Ferraris

Árbitro: Maurizio Mariani

Os principais artilheiros do "Nazionale"
Os principais artilheiros do "Nazionale" Os principais artilheiros do "Nazionale"

Inaugurada em 21 de agosto de 2021, e com seu desfecho previsto para 22 de maio de 2022, esta edição da Série A do Futebol da Velha Bota, a 120ª na História do Calcio, a 90ª desde a implantação do campeonato de pontos corridos, já viu 364 jogos e 1.041 tentos, média de 2,86. Principais artilheiros: com 27 gols, Ciro Immobile (Lazio); Dusan Vlahovic, 23 (Fiorentina/Juve = 17/6); Lautaro Martínez (Inter), 19; Giovanni Simeone (Verona), 16; Tammy Abraham (Roma), 15; Marko Arnautovic (Bologna), Domenico Berardi e Gianluca Scamacca (Sassuolo), 14; Mario Pasalic (Atalanta), João Pedro (Cagliari), Andrea Pinamonti (Empoli), Edin Dzeko (Inter) e Viktor Osimhen (Napoli), 13; Gerard Deulofeu (Udinese) e Gianluca Caprari (Verona), 12; Dries Mertens (Napoli), Francesco Caputo (Sampdoria), Beto (Udinese) e Antonin Barak (Verona), 11.

Gostou? Clique num dos ícones do topo para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, vã com cautela e solidariedade, use máscara, por favor. E fique com o meu abraço virtual! Obrigadíssimo!

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.