Silvio Lancellotti Itália, uma virada empolgante, e a Inter bate a Fiorentina por 4 X 3

Itália, uma virada empolgante, e a Inter bate a Fiorentina por 4 X 3

Na sua estréia, em casa, no certame de 2020/2021, a esquadra de Antonio Conte titubeia, quase perde, e se regata nos momentos derradeiros do duelo

Reação nos últimos instantes, Inter 4 X 3 Fiorentina

Reação nos últimos instantes, Inter 4 X 3 Fiorentina

@Serie A Calcio

Verdade que, já bem assegurado o seu nono “scudetto” em sequência, a Juventus de Turim naturalmente relaxou e permitiu que a Internazionale de Milão reduzisse uma distância imensa e daí terminasse o Campeonato Italiano de 2019/2020 apenas um ponto atrás da liderança. Um vil consolo para uma agremiação que também havia sofrido a humilhação de uma desclassificação patética na fase de chaves da Liga dos Campeões e de uma derrota diante do Sevilla da Espanha na pugna decisiva da Liga Europa. Na estréia no certame de 2020/2021, levou um susto enorme mas superou a Fiorentina por 4 X 3.

Tombo diante do Sevilla, na decisão da Liga Europa

Tombo diante do Sevilla, na decisão da Liga Europa

UEFA

Esbanjava fartas esperanças a “tifoseria” da “Biscione”, a serpente mitológica da Lombardia, desde Maio de 2019 o seu treinador. Fogoso, polêmico, o condutor da Juventus aos três primeiros títulos do seu enea, demorou até ajustar a sua convivência num clube de cartolas pouco afeitos ao Futebol. Antológica sob o comando da Dinastia Moratti, no poder entre 1955 e 2013, onze títulos nesse intervalo, depois de transferida ao indonésio Erick Thohir, a Inter soçobrou até 2018, quando o chinês Zhang Jindong assumiu o trono.

Eric Thohir

Eric Thohir

Inter.it

Super-herdeiro de um grupo chamado Suning Holdings, cujos tentáculos despontaram em 1990 a partir da venda de aparelhos de ar condicionado na cidade de Tianchang, Zhang tem um passado tão misterioso que sequer se sabe o dia exato do seu aniversário. Biografias vagas falam em 1963. E no entanto cravam o seu patrimônio em cerca de R$ 36 bilhões, estações de rádio e TV, dezenas de canais de e-commerce e mais de 1.600 lojas na China.

Conte e Zhang, um acordo de paz...

Conte e Zhang, um acordo de paz...

Inter.it

O “Calcio”? Para Zhang, apenas um brinquedo. De todo modo, no dia 25 de Agosto, ele se reuniu com Antonio Conte numa desesperada tentativa de preservar o décimo treinador da Inter desde a sua última gestão basicamente nativa, a dos Moratti. Arredondada nas pazes. Até quando, porém? Uma incógnita que a Inter tentou desvendar, na sua Milão, contra a Fiorentina, na sua segunda partida do atual calendário oficial: a primeira, diante do recém-promovido Benevento, foi adiada para que a “Biscione” tivesse ao menos uma “settimana” de descanso; ocorrerá na próxima quarta-feira, 30.

Kouamé, Fiorentina 1 X 0 aos 4'

Kouamé, Fiorentina 1 X 0 aos 4'

@acfiorentina

Bastaram 4’ para que Zhang, nas tribunas, e a “tifoseria” que ocupava meros mil lugares dos 80.081 do Giuseppe Meazza, se frustrassem com uma distração imperdoável da zaga “nerazzurra”. Bola cruzada por Biraghi, o ex da ocasião, daí aparada por Bonaventura para a finalização de Kouamé. Uma alegria vã fermentou aos 19’ quando o árbitro Gianpaolo Calvarese considerou faltosa a entrada de Cáceres em Lautaro Martínez. Fôra limpa a dividida e o VAR constrangeu o mediador a reformular a decisão. E o duelo se esticou sem alterações ulteriores até praticamente quase o apito de intervalo.

Lautaro, Inter 1 X 1

Lautaro, Inter 1 X 1

@Inter

Incrível. Dentro dos acréscimos, o placar aparentemente consolidado, a Inter armou um contra-ataque impiedoso e Lautaro arrematou, um petardo, de fora da área, 1 X 1. Trabalho para Giuseppe Iacchini, o treinador da “Viola”, confortar os seus pupilos durante o repouso. Vencedora do Torino, 1 X 0, no seu Franchi, na abertura do certame, a Fiorentina retornou ao gramado do Meazza disposta a segurar o resultado e acumular ao menos um ponto como visitante. De fato, se limitou à retranca e aos chutões para todos os lados. Castigo aos 52, de novo Lautaro, 2 X 1 mas com a colaboração crucial de um resvalão em Ceccherini. Calvaresi concedeu, autogol de Ceccherini.

Castrovilli e Chiesa

Castrovilli e Chiesa

@acfiorentina

Pena, para a Inter, o seu pedante desprezo pela adversária basicamente abatida. Pecado habitual da Inter de Conte. Aos 57’, num “contropiede” cruel, impiedoso, Ribèry lançou Castrovilli que suplantou o arqueiro Handanovic com um torpedo na diagonal, 2 X 2. Muito pior, aos 63’, outra enfiada fenomenal de Ribèry, agora para Chiesa, e no flanco oposto do gramado, Fiorentina 3 X 2. Claro que a “Biscione” se eriçou, despertada, na busca do resgate. Estabanado, Lukaku desperdiçou duas chances facílimas. Aos 86’, porém, se resgatou ao aparar um cruzamento de Hakimi. Então, aos 89’, ainda cambaleante a “Viola”, um alçamento de Alexis Sánchez caiu precisamente na testa de D’Ambrosio, 4 X 3 a Inter, numa virada de fato empolgante.
 

Lazio, de verde, 2 X 0 no Cagliari, em viagem

Lazio, de verde, 2 X 0 no Cagliari, em viagem

@SSLazio

Todos os outros prélios da jornada:

Sábado, 26 de Setembro
Torino 2 X 4 Atalanta
Sampdoria 2 X 3 Benevento
Cagliari 0 X 2 Lazio


Domingo, 27 de Setembro
Spezia X Sassuolo
Verona X Udinese
Crotone X Milan
Napoli X Genoa
Roma X Juventus

Segunda-feira, 28 de Setembro
Bologna X Parma

Na quarta, 30, os cotejos adiados:
Benevento X Internazionale
Udinese X Spezia
Lazio X Atalanta


Gostou? Clique num dos ícones para “Compartilhar”, ou “Twittar”, ou deixe a sua opinião sobre este meu texto no meu “FaceBook”. Caso saia de casa, use máscara. E fique com o meu abração virtual! Obrigadíssimo!

Últimas